Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 06/08/2013

Cresce saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios no MS

Entre admissões e demissões, resultado líquido em junho alcança 2.024 empregos no Estado.

Sebrae/MS

De acordo com levantamento feito pelo Sebrae com base no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), cresceu a geração líquida de empregos – diferença entre admissões e demissões – das micro e pequenas empresas no Mato Grosso do Sul.

O saldo gerado em junho é de 2.024 postos de trabalho, o maior deste ano, ante os 1.685 registrados no mês anterior. Até agora, o balanço de contratações e desligamentos aponta 11.449 empregos a mais nos últimos 13 meses cujos responsáveis foram os pequenos negócios; número superior ao de 2.433 obtido com as médias e grandes empresas neste mesmo período.

“Se pegarmos, por exemplo, a principal rua de alguns bairros, onde estão os comércios, e contarmos quantos funcionários cada loja possui, veremos que o total muitas vezes é maior que o de uma grande indústria da região”, destaca Cláudio Mendonça, superintendente do Sebrae no MS.

Porém, ele ressalta que a evolução dos pequenos negócios muitas vezes está atrelada à necessidade de produtos e serviços gerada por grandes indústrias. “É o fortalecimento da cadeia produtiva. Nosso papel é preparar este empresário para atender à demanda e tornar-se competitivo no mercado, gerando emprego, renda e fomentando a economia”, conclui Mendonça.