Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 18/07/2013

Em MS 14 mil profissionais do campo foram capacitados neste ano

Até o início de 2014, no mínimo o dobro de pessoas devem ser atendidas com as capacitações.

Famasul

No primeiro semestre de 2013 aproximadamente 14 mil produtores e trabalhadores do campo buscaram capacitações nos sindicatos rurais de Mato Grosso do Sul, nos diferentes setores da agropecuária. Foram cerca de 23 mil horas de instruções repassadas pelos instrutores do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS – Sistema Famasul), entre janeiro e junho deste ano. Até o início de 2014, no mínimo o dobro de pessoas devem ser atendidas com as capacitações voltadas para a promoção social e formação profissional rural.

Foram 992 cursos desenvolvidos nas propriedades e sindicatos rurais do Estado, envolvendo técnicas de cultivo de eucalipto, combate a incêndios florestais, adestramento de eqüinos, manejo nutricional de bovinos, administração de empresa rural, produção de alimentos, entre outras. De acordo com o Senar/MS o objetivo das capacitações é o desenvolvimento do agronegócio de Mato Grosso do Sul e dar dimensão às perspectivas de crescimento e de bem estar social aos profissionais do setor.

O diretor técnico do Sistema Famasul, Clodoaldo Martins, afirma que além da capacitação dos profissionais do campo, o Senar/MS também investe no desenvolvimento dos instrutores, em prol da qualidade no serviço prestado. “A pretensão é de aumentar significativamente as capacitações, de modo que continuem a privilegiar todas as regiões do Estado, com alternativas de rentabilidade e de desenvolvimento social para todos que dependem da atividade agropecuária”, ressalta o diretor.

SegundoMartins haverá inovações nos próximos meses, com o desenvolvimento de novos projetos. “Uma das pretensões da instituição é a adesão ao ensino à distância, que deverá levar novas técnicas e informações, de forma eficaz, aos quatro cantos do Estado”, complementou o diretor técnico.

O acesso às qualificações do Senar/MS é gratuito e todas as instruções estão disponíveis aos produtores e interessados no site www.senarms.org.br. “Sempre que identificada alguma dificuldade ou demanda de capacitação, qualquer produtor ou trabalhador rural pode buscar informações junto ao sindicato rural do seu município”, finaliza Martins.