Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 20/02/2015

Pronatec Agro terá mais de 23 mil vagas para o primeiro semestre

Instituições devem ficar atentas aos prazos para pactuação.

Do Mapa

As instituições interessadas em pactuar cursos do Pronatec Agro devem ficar atentas. No dia 23 de fevereiro, o Ministério da Educação (MEC) vai publicar os cursos aprovados para que os parceiros ofertantes - Institutos Federais de Educação, universidades, SENAR, SENAI, entre outros - manifestem interesse para a realização dos cursos. A pactuação das instituições com o MEC deverá ser feita a partir do dia 24 de fevereiro.

Em 2015, agricultores e familiares, jovens da área rural, além de trabalhadores rurais, técnicos do setor agropecuário recém-formados, estudantes de escolas técnicas e de ensino médio serão beneficiados com cerca de 23.700 vagas para cursos na área da agricultura e pecuária. Um aumento de aproximadamente 500% no número de vagas ofertadas, se comparado com o segundo semestre do ano passado, quando foram abertas 4.500 oportunidades.

A oferta é somente para o primeiro semestre de 2015. O acordo de cooperação é uma parceria firmada em maio de 2014 entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério da Educação (MEC), por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) voltado para a agropecuária. O objetivo é levar oportunidades de estudo para quem trabalha no meio rural.

Para o primeiro semestre de 2015, devem ser ofertadas vagas para cursos na área de agricultura orgânica, fruticultura, bovinocultura de leite e de corte, avicultura, horticultura, entre outros, com carga horária de 240 horas. As aulas devem começar entre os meses de março e abril. Diversos estados do Brasil serão contemplados, com exceção do Amazonas, Amapá e Roraima.

No entanto, segundo o secretário Caio Rocha, da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo (SDC/Mapa), responsável pela promoção do Pronatec Agro, a intenção é, a cada semestre, ampliar a oferta de cursos e alcançar todos os estados. “Já estamos nos programando para chegarmos a oferta de aproximadamente 50 mil vagas no segundo semestre de 2015. Isso porque o Pronatec Agro tem como objetivo agregar ainda mais conhecimento para o produtor rural, o que vai contribuir para um projeto maior do Ministério da Agricultura, por meio da ministra Kátia Abreu, que é promover a mobilidade social no campo, aumentando a classe média rural”, disse.

Após a pactuação, os interessados poderão procurar o Ministério da Agricultura, por meio do email: depros.gab@agricultura.gov.br ou pelo telefone (61) 3218-2433, e as Superintendências Federais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA) nos estados, para obter informações de como participar dos cursos.