Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 17/10/2014

Cursos visam melhorar condições de trabalho em fazendas de MS

O cronograma dos cursos inclui 44 fazendas e envolve 286 colaboradores.

Da Embrapa Gado de Corte

Desde agosto deste ano, a Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Novilho Precoce, parceira da Embrapa no Programa Boas Práticas Agropecuárias (BPA) – Bovino de Corte, promove cursos de capacitação para funcionários das fazendas que participam do BPA em Mato Grosso do Sul. O cronograma dos cursos inclui 44 fazendas e envolve 286 colaboradores em treinamento incluindo proprietários, capatazes, peões, tratoristas e esposas de funcionários.

“O objetivo dos cursos é levar informações básicas e importantes sobre os temas relacionados ao dia a dia da pessoa do campo, para melhorar as condições de vida com segurança, eficiência e bem-estar social, como também melhorar a qualidade do produto final e a rentabilidade desses sistemas de produção”, explica o médico veterinário e diretor-executivo da Novilho Precoce MS, Klauss Macharetti de Souza, que acompanha a implantação do BPA nas fazendas desde 2012.

Segundo o gestor do BPA, o pesquisador da Embrapa Gado de Corte Ezequiel do Valle, através do Programa é possível obter uma visão do sistema de produção por completo e dos pontos que mais precisam de melhorias. Ele acrescenta que a gestão da propriedade rural é um dos itens com necessidade de avanços, além de algumas adequações na parte de produção, visando ao aumento da produtividade e da qualidade do produto final. “A finalidade dos cursos é justamente poder alcançar esses objetivos e o Senar Mato Grosso do Sul também é um grande parceiro da Novilho Precoce MS e da Embrapa para a realização dos mesmos”, destaca.

“Em todas as propriedades com treinamentos em andamento, percebe-se que o nível cultural das pessoas e a qualidade do trabalho desempenhado aumentou consideravelmente, facilitando assim o desempenho produtivo das atividades desenvolvidas pelos colaboradores”, afirma Klauss.

Os temas abordados nos cursos são: primeiros socorros; combate a princípios de incêndio; gestão ambiental com foco em coleta de lixo, descarte de resíduos e conscientização ambiental, nr31 item 8 orientando basicamente sobre uso e controle e armazenamento de agrotóxicos, utilização de EPI, fichas de controle; curso de manejo racional e bem-estar animal, curso de aplicação de medicamento, higienização e aplicação correta do produto.