Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 07/10/2013

Dourados terá formação profissional para a cadeia da cana-de-açúcar

O projeto é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Famasul

Dourados terá um Centro de Excelência em Educação Profissional e Assistência Técnica Rural, voltado para o ensino técnico e profissional e capacitação de profissionais nas atividades relativas à cadeia produtiva da cana-de-açúcar. O anúncio foi feito pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e do Conselho Deliberativo do Sebrae MS, Eduardo Riedel, durante o Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul (Canasul).

O projeto é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e inclui Dourados em uma ação maior, na qual serão construídos 11 centros de excelência em diferentes estados brasileiros. Além da cana-de-açúcar, as cadeias da avicultura, bovinocultura de corte, bovinocultura de leite, cafeicultura, caprinocultura, fruticultura, mecanização agrícola, ovinocultura de lã, silvicultura e sistemas agroflorestais também serão estudadas nos centros de excelência.

Riedel lembrou da polêmica gerada em 2006, quando o setor sucroenergético começou a se consolidar no Estado, sobre os efeitos da integração desta cadeia ao agronegócio local. "E hoje temos um setor em franco desenvolvimento, crescendo com tecnologia, ciência e responsabilidade sócio ambiental", sustentou. "E se não investirmos em tecnologia, podemos perder o rumo desse crescimento", salientou, referindo-se à instalação do Centro de Excelência.