Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 20/09/2013

Senar/MS utiliza unidade móvel para fazer inclusão digital no campo

Entidade atenderá a comunidade rural de Antônio João entre 07 e 12 de outubro.

Famasul

Um ônibus de estrutura moderna e equipado com 10 computadores viaja pelas comunidades rurais de Mato Grosso do Sul promovendo conhecimentos em informática ao homem do campo e sua família, gratuitamente. Conhecido como Ônibus da Inclusão Digital e Informática Básica, a unidade móvel do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS – Sistema Famasul) atenderá a comunidade rural de Antônio João entre 07 e 12 de outubro, com orientações básicas do meio online.

Entregue recentemente pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) ao Sistema Famasul, o veículo é adaptado para a capacitação de 10 alunos por turma. Com mesas, máquinas e material didático, a unidade móvel é utilizada como sala de aula para os cursos de Inclusão Digital Rural, com duração de 16 horas, e Informática Básica, 32 horas.

De acordo com a coordenadora da unidade educacional do Senar/MS, Maria do Rosário de Almeida, as capacitações promovidas na unidade móvel, mudam o panorama profissional e o cotidiano dos participantes. "A busca de informações especializadas e o acesso ao conhecimento sobre a atividade rural está disponível no meio online, mas ainda são necessárias orientações ao produtor rural sobre como se beneficiar desse canal de comunicação. As informações disponíveis na Internet, se bem utilizadas, podem alterar positivamente a rotina de qualquer pessoa", avalia, Maria do Rosário.

Para muitos, a chegada da unidade móvel significa o primeiro contato com o mundo virtual. "Assim como na zona urbana, no campo também vivem família de diferentes classes sociais e, dependendo do interesse e da rentabilidade de determinadas regiões, as ações do ônibus da Inclusão Digital, representam o primeiro contato com o computador", enfatiza a coordenadora.

Para ter acesso aos cursos que transmite orientações sobre hardwares e softwares como o Windows, Word, Excel e Internet, além de residir no campo, é preciso ter idade mínima de 16 anos. Mais informações podem ser obtidas no sindicato rural de cada município, na Federação dos Trabalhadores em Agricultura do MS (Fetagri) ou na sede do Senar/MS, em Campo Grande.