Canais de Notícia

Trabalho

Publicada em 10/09/2013

Eldorado investe em equipes próprias na área florestal

Empresa que já soma mais de 140 mil hectares de eucaliptos plantados forma mão de obra e emprega cerca de 3 mil colaboradores.

Eldorado

A Eldorado Brasil, a maior e mais moderna fabrica de celulose em linha única do mundo, entrou no mercado há menos de um ano e não para de investir em ampliação de florestas próprias, formação de equipe e maquinários de última geração. Neste contexto a empresa optou pela primarização de processos e equipes, o que garante não só a qualidade do serviço, mas também o desenvolvimento regional.

Com modelo inverso ao do mercado para cultivo do eucalipto, a Eldorado possui mais de 80% das plantações atuais em terras de proprietários da região, cuidadas por funcionários da Eldorado com maquinários de ponta adquiridos pela Empresa. “Dessa forma mantemos o proprietário na região e nos responsabilizamos por todo o processo florestal, permitindo que as pessoas recuperem suas propriedades do ponto de vista produtivo e ambiental e que não sejam excluídos do negócio”, explica Carlos Justo, gerente de Planejamento e Controle Florestal da Eldorado Brasil.

Para formar os profissionais que trabalham na área florestal, cerca de 600 pessoas foram treinadas a operar tratores e equipamentos em quatro fases: aulas teóricas (com professores), treinamentos em simuladores (operação dos equipamentos em programas de computadores que simulam o trabalho de campo), exercícios práticos (nas plantações, com auxílio e orientação de monitores) e ações operacionais (ao longo de um ano, todos os funcionários que receberam o treinamento, são acompanhados por monitores para ajustes e melhorias em suas atuações).

“Estamos formando uma equipe de especialistas. Como a operação destas máquinas modernas é bastante específica, não havia mão de obra qualificada e suficiente na região para suprir a nossa necessidade. Mais que gerar empregos, estamos contribuindo com o desenvolvimento regional”, completa Justo. A Empresa, que iniciou suas operações em novembro de 2012, já conta com quase 3 mil funcionários diretos.

Com previsão de plantação de mais 20 mil hectares de eucalipto até final do semestre, a Eldorado encerrará 2013 com 160 mil hectares de florestas, matéria-prima suficiente para abastecer a primeira linha, com capacidade produtiva de 1,5 milhão de celulose por ano.

As boas cotações da soja no mercado internacional “tem favorecido a expansão do cultivo da oleaginosa que deverá avançar sobre áreas tradicionais de plantio de milho. Essa situação poderá ocorrer também nas novas áreas agriculturáveis na região de cerrado dos estados do Piauí, Maranhão e Bahia”, detalha o estudo.