Canais de Notícia

Equipamentos

Publicada em 26/03/2014

Case apresenta soluções para redução de custos no setor

Durante o 16º Seminário de mecanização e produção de cana-de-açúcar a marca apresentará inovações.

Da assessoria

No primeiro dia do evento 16° Seminário de mecanização e produção de cana-de-açúcar, realizado em 26 e 27 de março, em Ribeirão Preto (SP), a Case IH apresenta novidades, soluções e inovações, através das melhores práticas em tecnologia para o setor. A Case IH é referência no mercado sucroenergético e recentemente recebeu vários prêmios confirmando sua excelência na produção de colhedoras para cana.

Com mais de 70 anos de história no setor sucroenergético, a Case IH carrega em seu DNA a característica de desenvolver as melhores soluções para colheita mecanizada de cana-de-açúcar, e participa ativamente do protagonismo do Brasil como referência mundial do setor.

Segundo Fábio Balaban, especialista de Marketing de produto da Case IH para a América Latina, “todas as tecnologias da Case IH para colheita mecanizada de cana-de-açúcar disponíveis no mundo, são projetadas e fabricadas na nossa planta de Piracicaba. Os constantes investimentos feitos pela marca nos últimos anos estão focados no desenvolvimento das soluções completas de produtos e serviços, alinhados aos interesses do setor: redução dos custos, treinamentos de mão de obra e o desenvolvimentos de novas tecnologias”.

Em 2013 a Case IH foi uma das marcas mais premiadas do setor, eleita pela Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores) a “Marca Mais Desejada” na categoria “Tratores e Máquinas Agrícolas”. No mesmo ano a Case IH ganhou um dos prêmios mais importantes da América Latina, o Troféu Ouro do Prêmio Gerdau Melhores da Terra, na categoria Novidades, concedido para a colhedora de cana A8800 Multi Row, considerada um dos principais lançamentos da marca em 2013. A linha de colhedoras de cana A8000 também foi condecorada com outros dois prêmios de grande importância: o Top of Mind e Top of List. A pesquisa é realizada pela Revista Rural como o objetivo de condecorar as marcas mais lembradas do segmento.

Balaban destaca que o Seminário Idea permite a troca de experiências entre profissionais e o debate sobre os gargalos e soluções. “Quando analisamos os recentes índices de mecanização das lavouras de cana, percebemos o grande salto que a indústria fez; em 2005 apenas 15% dos canaviais eram colhidos mecanicamente, já em 2013, mais de 85% das lavouras foram colhidas mecanicamente”, lembra. “Com isso, além de tecnologia de ponta o desafio da indústria recai também na disponibilidade de mão de obra especializada”. Percebendo essa demanda, a Case IH vem investindo forte neste quesito. “Em 2008 inauguramos o Centro de Treinamento de Piracicaba, em 2010 lançamos o primeiro simulador de colheita de cana e no ano passado registramos o marco histórico de 10 mil operadores treinados pela marca”, conclui Balaban.

Entre as ferramentas utilizadas na capacitação de mão de obra estão o simulador de colheita de cana; o projeto itinerante Evolução em Campo, realizando treinamentos de operadores nos principais clientes de cana-de-açúcar; AFS Academy, uma plataforma global para treinamentos com agricultura de precisão, tanto com módulos online como contratação de treinamento local.

A marca conta com outros quatro modelos de colhedoras de cana, sendo que dois desses modelos somente a Case IH disponibiliza ao mercado. Eles são: colhedoras série A8000 com sistema rodante de pneus; colhedoras A8800 com sistema rodante de esteiras; a série A8800 Multi Row de espaçamento variável, tecnologia exclusiva da marca; colhedoras A4000, a única de cana desenvolvida para atender os pequenos e os médios produtores. Esta faz parte do programa federal Mais Alimentos e é o mais compacto e leve da categoria, colhendo 20 toneladas por hora, com facilidade de manobra.

Simulador de colheita de cana

O equipamento é composto por uma cabine da colhedora A8000, configurada e preparada com a tecnologia avançada de simulação, utilizando técnicas de projeções e principalmente mantendo todos os comandos originais do maquinário, garantindo a imersão total na experiência que conta ainda com a presença de tratores para o transbordo e capacita o profissional para a situação real. Da mesma maneira que ocorre, por exemplo, com simuladores de treinamento de pilotos de avião.

O equipamento foi desenvolvido para treinar uma demanda cada vez mais crescente de mão de obra especializada para o setor. Simulando virtualmente as condições reais de colheita, a tecnologia permite que o trabalhador se profissionalize junto a maquinários modernos, sem danificá-los ou até mesmo à lavoura.

Case IH: “A marca mais desejada”

Realizada nos últimos cinco anos, a premiação usa como base os votos tabulados como parte da Pesquisa Fenabrave de Relacionamento de Mercado, realizada junto aos concessionários, e demonstrou que a marca Case IH é a mais desejada pelos empresários do setor automobilístico na categoria “Tratores e Máquinas Agrícolas”.