Canais de Notícia

Equipamentos

Publicada em 03/02/2014

Valtra exibe na Coopavel linha completa de colheitadeiras e plataformas para grãos

Marca anuncia nacionalização da plataforma Draper para os produtores do Paraná.

Da assessoria

Aumentar a produtividade da lavoura com economia e rapidez, este é o desejo de todo homem do campo. Pensando nisto, a Valtra apresenta entre os dias 3 e 7 de fevereiro, no Paraná, sua linha de colheitadeiras e plataformas para grãos. Entre os destaques estão o conjunto tecnológico, plataformas de corte Draper, piloto automático Auto-Guide 3000 e o AGCOMMAND, disponíveis em toda família de colheitadeiras axiais.

Para Douglas Vincensi, gerente de marketing de produto colheitadeiras da AGCO para a América do Sul, o mercado destes produtos no Paraná é um dos mais importantes para a marca. “Temos máquinas equalizadas e bem dimensionadas para a realidade desta região”, lembrando que a Valtra atenta às demandas por tecnologia, oferece ao mercado paranaense a plataforma Draper de 25 a 40 pés, com destaque à 25 pés desenvolvida para esta região. “O projeto foi especialmente desenvolvido para aperfeiçoar o processo de colheita, com rapidez, capacidade de corte, flexibilidade e entrega suave e uniforme do grão colhido”.

Diante deste cenário, a Valtra anuncia durante as atividades da feira a nacionalização da plataforma Draper HiFlex Série 600FD das colheitadeiras. A partir de agora os produtores que quiserem adquirir este equipamento poderão utilizar as linhas de crédito disponíveis no Brasil como, por exemplo, o Finame do Governo Federal.

Esta série é capaz de trabalhar com grande variedade de culturas e nas mais variadas irregularidades do solo e condições de colheita, oferecendo alta produtividade, mesmo nas mais adversas situações. O sistema de corte da Draper conta com barra extremamente flexível em toda extensão, com ajuste hidráulico de pressão de solo que permite maior agilidade na colheita. O grande diferencial do produto é a esteira de borracha no lugar do convencional caracol de alimentação, onde a entrega do grão colhido é mais homogênea e uniforme, otimizando a capacidade de processamento da colheitadeira. “Tudo para garantir melhor desempenho e alta produtividade no campo”, disse.

Para atender aos médios e grandes produtores da região, a Valtra expõe durante as atividades da Coopavel a colheitadeira axial BC6500 e a nova plataforma Draper de 25 pés, exclusivamente nacional. O principal diferencial deste conjunto é a tecnologia de ponta disponível a custo acessível. “Este modelo é ideal para áreas com limitação de largura de plataforma como, por exemplo, algumas regiões do Paraná e o Sul do Brasil”, disse Gilberto Dutra, coordenador de marketing de produto colheitadeira, lembrando que esta é a única plataforma Draper nacionalizada de 25 pés disponível no mercado brasileiro.

Outro destaque da marca destinado à agricultura familiar será a BC4500, colheitadeira classe IV, com plataforma flexível serie 600F, que combina alto desempenho e simplicidade.

Além disso, a marca exibe as plataformas de milho Série 500, que possui três modelos: L e M, disponíveis de 4 a 18 linhas com espaçamentos variáveis de 45 a 90 centímetros e a Hichopper, disponível de 4 a 12 linhas com espaçamento de 45 a 90 cm. “Esta série conta ainda com roçadeiras acopladas às linhas para picar os talos do milho”, lembrou.

Na Coopavel estará presente a plataforma 9L45, versão L, desenvolvida para ser versátil, robusta e com alto desempenho. O principal destaque desta série está na sua versatilidade, pois permite que se conecte a todos os modelos de colheitadeiras do mercado. Para Vincensi seu projeto facilita o acople por um único operador, “e a regulagem de ângulo, com variação de 4,5°, dividida em quatro posições é extremamente fácil e absorve diferenças de rodagens”. Estes produtos ainda possuem chassi robusto, com estrutura mais leve, que possibilita a montagem de um número maior de linhas. O exclusivo sistema de defletor no caracol evita a volta das espigas e reduz em até 2% a perda na colheita.

“O setor passa por um ótimo momento. Se compararmos 2012/13, percebemos um aumento na ordem de 15% em vendas de colheitadeiras da marca. O produtor soube aproveitar a redução do PSI para renovação da frota“, apontou Luiz Cambuhy, gerente comercial da Valtra.