Canais de Notícia

Logística

Publicada em 22/07/2013

Paranaguá é via de escoamento de 74,4% do açúcar exportado por MS

Pelo porto paranaense Estado despachou 404,3 mil toneladas do produto.

Anderson Viegas

O porto de Parangua, no Paraná, foi a principal via de escoamento do açúcar exportado por Mato Grosso do Sul no primeiro semestre de 2013, segundo dados do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior (AliceWeb), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Conforme o AliceWeb, nestes primeiros seis meses do ano o volume encaminhado ao mercado internacional por meio de Paranaguá chegou a 404,3 mil toneladas do produto, o equivalente a 74,4%, das 542,8 mil toneladas vendidas pelo Estado para o mercado internacional.

Pelo porto paranaense, o açúcar de Mato Grosso do Sul foi despachado para 18 países: Argélia, Bahrein, Bangladesh, Bulgária, Canadá, China, Croácia, Geórgia, Índia, Israel, Lituânia, Malásia,Nigéria, Polônia, Portugal, Rússia, Suíça e Tunísia.

Com um volume bem menor, aparece em segundo lugar na lista de canais de escoamento da produção do Estado o porto de Santos, em São Paulo. Pelo terminal foram escoadas, conforme o AliceWeb, 118,3 mil toneladas do produto, o que representa 21,7% do total.

Do porto de Santos, o açúcar foi encaminhado para a Arábia Saudita, Argélia, Bangladesh,Canadá, China, Egito, Emirados Árabes, Índia, Indonésia, Irã, Marrocos, Nigéria, África do Sul e Uzbequistão.

Além do transporte marítimo, o alimento produzido em Mato Grosso do Sul também é exportado para outros países utilizando o modal rodoviário. Conforme o AliceWeb, entre janeiro e junho de 2013, 16,6 mil toneladas do produto (2,3 % do total) foram despachados para o Uruguai, via Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

Outra rota de escoamento rodoviário é por Ponta Porã, no Sul do Estado. Por essa via foram encaminhadas para outros países 1,4 mil toneladas do produto (0,2% do total). O alimento teve como destinos o Paraguai e o Uruguai.

A quinta via de exportação do açúcar sul-mato-grossense é o porto de Corumbá, no oeste do Estado. Via hidrovia do rio Paraguai foram despachadas para o Uruguai 5,9 mil toneladas do produto, o que representou aproximadamente 1,1% do total exportado pelas usinas de Mato Grosso do Sul no período.