Canais de Notícia

Logística

Publicada em 14/02/2013

Em janeiro, exportação de açúcar cresce 31% nos portos paranaenses

De 253 mil toneladas em janeiro de 2012 passou para 333 mil toneladas no primeiro mês de 2013.

Da Redação

A exportação de açúcar pelos portos de Paranagua e Antonina, no Paraná, cresceu 31% em volume no mês de janeiro de 2013 frente ao mesmo período de 2012, passando de 253 mil toneladas para 333 mil toneladas. A informação foi divulgada pela Administração dos Portos de Paranagua e Antonina (APPA).

De acordo com a APPA, o açúcar foi o produto que teve o segundo maior crescimento em volume de exportação nos terminais, sendo superado apenas pelo milho que teve um incremento de 379%, saltando de 141 mil toneladas no primeiro mês do ano passado para 675 mil toneladas em janeiro deste ano.

No geral, os portos do Paraná fecharam o primeiro mês do ano com uma movimentação 6% maior que a do ano passado. Em 2012, em janeiro, foram quase 2,7 milhões de toneladas de cargas movimentadas. Este ano, passou dos 2,85 milhões. As operações de granéis, líquidos e sólidos, foram as que mais aumentaram: 7%. A carga geral aumentou um pouco menos: 4%.

Modernização

O governador do Paraná, Beto Richa, autorizou na semana passada a abertura do processo licitatório para a compra dos novos shiploaders (carregadores de navios) do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. Serão adquiridos quatro novos equipamentos que ampliarão a capacidade de carregamento dos navios em 60%.

Os novos shiploaders terão capacidade nominal para embarcar duas mil toneladas de grãos por hora. Os equipamentos hoje existentes no Corredor têm capacidade nominal de 1500 toneladas/hora. No entanto, por serem muito antigos, conseguem embarcar, em média por hora, cerca de 1200 toneladas. “Teremos um ganho de 800 toneladas hora por shiploader, que nos dará um aumento de produtividade na casa dos 60%”, explica o superintendente da Appa, Luiz Henrique Dividino.