Canais de Notícia

Logística

Publicada em 18/03/2015

Raízen inaugura base de distribuição de combustíveis em MT

Nova base proporcionará maior eficiência logística com a ferrovia.

Da Raízen

Com investimento de R$ 60 milhões, a nova base proporcionará maior eficiência logística a partir do suprimento por ferrovia de derivados de petróleo de Paulínia-SP para Rondonópolis-MT, e escoamento da produção de biocombustíveis do Centro-Oeste para São Paulo.

Com investimento de R$ 60 milhões, a Raízen inaugura na cidade de Rondonópolis (MT) uma base de distribuição de combustíveis. A partir da implantação deste projeto, a companhia espera movimentar um bilhão de litros de combustíveis, além de gerar cerca de 200 empregos diretos e indiretos.

A base de distribuição da Raízen está localizada no Complexo Intermodal de Rondonópolis (CIR) e faz parte de um plano de investimentos estratégicos da companhia na região, abrangendo R$ 120 milhões na expansão de infraestrutura no Centro-Oeste. Segundo Leonardo Gadotti Filho, vice-presidente executivo de Logística, Distribuição e Trading da companhia, o objetivo é se diferenciar com um planejamento estratégico de longo prazo. “Apostamos na região e, portanto, a expansão das nossas atividades precisa estar acompanhada de eficiência logística. É importante não apenas crescer, mas também contar com um nível de serviço diferenciado aos nossos clientes do MT”, afirma o executivo.

Os investimentos irão elevar a eficiência logística do suprimento de combustíveis para a região, através do transporte de diesel e gasolina procedentes da Refinaria de Paulínia (SP) e retorno para o mercado de São Paulo com biodiesel e etanol.

“O Centro-Oeste é um dos grandes polos de produção de biocombustível do país e possui um mercado de combustível com grande potencial de crescimento, sendo uma região estratégica para a empresa”, explica Gadotti.

A base de distribuição

O projeto em Rondonópolis teve início em 2011, quando a Raízen adquiriu o local para a construção da unidade. Os trabalhos iniciaram em junho de 2013 e foram aproximadamente dois anos de obras, sem a ocorrência de qualquer acidente.

Com capacidade para armazenar 24 milhões de litros em 7 tanques, a base tem como diferencial a tecnologia e a alta performance no carregamento de produtos. “A Base de Rondonópolis será três vezes mais eficiente do que o padrão de mercado, justamente porque reunimos nela o que de melhor existe em logística, tecnologia e infraestrutura de combustíveis”, afirma Nilton Gabardo, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Raízen, responsável pelo projeto.

O projeto foi concebido e executado pela engenharia da Raízen, mesclando as melhores práticas mundiais da Shell, com inovações desenvolvidas no Brasil: ”A base multimodal foi concebido pensando no cliente do Mato Grosso, que valoriza logística pois tem que vencer grandes distâncias” complementa Gabardo.