Canais de Notícia

Logística

Publicada em 24/02/2015

Contra aumento do diesel, caminhoneiros bloqueiam rodovias

Movimentos similares ocorrem em outros sete estados do País.

Do CanaNews

Protesto de caminhoneiros contra os aumentos do diesel e dos tributos que incidem sobre o transporte de cargas esta provocando o bloqueio para o trânsito de carretas e caminhões em várias rodovias em Mato Grosso do Sul.

A manifestação começou no sábado (21), com o fechamento da rodovia estadual MS-306, entre Chapadão do Sul e Cassilândia, no nordeste do estado. Na segunda-feira (23) houve a interdição de rodovias da região sul do Estado, com o trânsito sendo liberado no fim do dia. Movimentos similares estão ocorrendo em vários estados do País, como o Mato Grosso, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Durante a manhã desta terça-feira a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou pelo menos seis pontos de interdição nas estradas de domínio da União em Mato Grosso do Sul: BR-163, KM 614, em São Gabriel do Oeste; BR-163, Km 465, rotatória da saída para Dourados, em Campo Grande; BR-163, KM 256, no trevo de acesso ao sul do Estado, em Dourados; BR-163, KM 271, no trevo de acesso a penitenciária, em Dourados; BR-463, KM-07, no trevo de Laguna Caarapã, em Ponta Porã e BR-262, KM 320, no trevo de acesso a penitenciária estadual, em Campo Grande.

A Advocacia Geral da União (AGU) entrou nesta segunda-feira (23) com ações na Justiça Federal dos estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para tentar liberar as rodovias bloqueadas por caminhoneiros. Com a medida, o governo federal pretende obter liminares para garantir a circulação nas rodovias federais e fixar multa de até R$ 100 mil para cada hora que as estradas permanecerem fechadas.