Canais de Notícia

Logística

Publicada em 05/12/2013

Aprosoja/MS estima deságio acima de 52% no leilão da BR-163

A entrega de envelopes com as propostas das empresas que concorrerão a concessão da BR – 163 (MS) será no dia 13 de dezembro.

Aprosoja/MS

O leilão da BR -163 referente ao trecho de 847 quilômetros, que atravessa de norte a sul o Estado de Mato Grosso do Sul, acontecerá no dia 17 de dezembro. A definição do Governo Federal é de que a tarifa teto para os lances inicie em R$ 9,27 por cada 100 quilômetros. Para o presidente da Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS), Almir Dalpasquale, é esperado que o valor estipulado pela União apresente um deságio superior aos 52% registrados no leilão da mesma rodovia, em Mato Grosso.

No mês de novembro a Odebrecht venceu o leilão da BR - 163 em Mato Grosso. A empresa apresentou proposta com tarifa 52% abaixo do teto proposto de R$ 5,5 por cada 100 km e venceu com o lance de R$ 2,63. "Estimamos que o valor cobrado pela empresa vencedora do leilão seja muito inferior ao teto estipulado para circular em Mato Grosso do Sul, a previsão é que o deságio seja superior ao do Estado vizinho e que o pedágio fique próximo de R$ 2,63 por trecho de 100 quilômetros", afirma o presidente da Aprosoja/MS.

Para Dalpasquale, também diretor tesoureiro da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), a privatização da rodovia que corta o Estado, ligando Sonora a Mundo Novo, beneficiará o setor agropecuário com a duplicação da rodovia. "Com a privatização esperamos melhorias nas estradas, aumento da velocidade no transporte dos grãos e outras matérias-primas, com menor gasto de combustível e mais segurança. Pode-se afirmar que, apesar do aumento do custo a privatização será positiva e auxiliará no desenvolvimento do setor produtivo", ressaltou.

Caso confirmada a estimativa da Aprosoja/MS de R$ 2,63 por trecho, o custo com o transporte aumentará e cada caminhão de oito eixos, por exemplo, ao atravessar o Estado pela BR-163 pagará a quantia de R$ 178, levando-se em consideração que serão instalados oitos pontos de pedágio, entre 17 municípios sul-mato-grossenses, e que valor cobrado por caminhão varia de acordo com o número de eixos.

Desde agosto de 2012, o Governo Federal lançou o programa de concessões para nove rodovias federais. A entrega de envelopes com as propostas das empresas que concorrerão a concessão da BR – 163 (MS) será no dia 13 de dezembro, ainda foi divulgado o número de competidores.