Canais de Notícia

Logística

Publicada em 04/11/2013

Porto de Santos já movimentou 85,7 mi de t de carga em 2013

Exportações compuseram 70,6% da tonelagem movimentada no acumulado de setembro.

Da Redação com informações da Codesp

O Porto de Santos fechou os primeiros nove meses do ano com 85,7 milhões de toneladas (t) movimentadas, 11,6% acima do verificado no mesmo período de 2012. Foi a melhor marca da história para o período. Considerando essa movimentação, a Autoridade Portuária estima que o Porto de Santos possa superar as previsões iniciais, fechando o ano com um volume superior a 112,0 milhões t.

No acumulado, as exportações totalizaram 60,5 milhões t, 14,9% acima do mesmo período de 2012. Destaque para os aumentos na movimentação de produtos agrícolas [açúcar (27,8%), complexo soja (15,1%) e milho (24,0%)], bem como o álcool (26,2%). As importações acusam aumento de 4,4%, com destaque para o minério de ferro (46,2%).

A movimentação de cargas conteinerizadas continua crescendo, chegando a 2,5 milhões teu (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), um acréscimo de 7,3%.

A quantidade de atracações continua em queda, apesar do expressivo aumento na movimentação de cargas, comprovando os efeitos da dragagem de aprofundamento do canal de navegação, que vem permitindo a operação em Santos de navios de maior porte.

Balança Comercial

O Porto de Santos respondeu pela movimentação de 26,5% das exportações brasileiras (US$ 47,0 bilhões) e 25,4% das importações (US$ 45,5 bilhões). A China continua como o principal destino dos embarques através do Porto de Santos, respondendo por 15,7%, seguida dos Estados Unidos (9,3%) e Argentina (6,3%). O país asiático mantém-se, também, como o maior exportador de cargas para o Brasil (16,0%), via Santos, seguido pelos Estados Unidos (13,9%) e Alemanha (9,7%).

Movimento de Setembro

No mês de setembro o porto registrou seu 9º recorde mensal consecutivo neste ano. No comparativo mensal setembro somou 10,1 milhões t, 4,7% acima do mês correspondente de 2012. Foram exportadas 7,3 milhões t, aumento de 4,9% em relação ao mesmo mês do ano passado e importadas 2,8 milhões t, crescimento de 4,1%. No movimento mensal as exportações agrícolas também foram destaque, com ênfase para o milho (15,9%) e o complexo soja (66,4%). As cargas transportadas em contêineres cresceram 8,5%, chegando a 297,5 mil teu.