Canais de Notícia

Logística

Publicada em 16/09/2013

Expedição avalia viabilidade de escoamento pelo Pacífico

A expedição será formada por 30 caminhonetes com cerca de cem pessoas.

Famasul

Mato Grosso do Sul registrou crescimento de 20% na safra de soja e de 17,8%, de milho safrinha somente no último ciclo de colheita, chegando a 6 milhões e 7,8 milhões de toneladas, respectivamente. Na mesma proporção em que eleva progressivamente a produção, o Estado tem ampliado o problema de armazenagem e transporte para os terminais portuários.

Em busca de alternativa para o escoamento do setor agropecuário, a Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) fará parte da projeto Rota da Integração Latino Americana, uma iniciativa que vai dimensionar a logística de exportação via Oceano Pacífico. Organizada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística de Mato Grosso do Sul (Setlog-MS), a expedição será formada por 30 caminhonetes com cerca de cem pessoas e percorrerá a partir do dia 27 de setembro os 2,7 mil quilômetros que separam Campo Grande do porto de Iquique, no Chile.

Localizado a 700 quilômetros de La Paz (Bolívia), a cidade de Iquique tem um terminal que responde por boa parte do movimento portuário chileno. O porto está na rota do comércio internacional de produtos agropecuários tais como soja e derivados e fertilizantes, atualmente originários em grande parte da Bolívia. Também é porta de entrada de produtos asiáticos. A previsão é de que o porto receba investimentos de US$ 350 milhões nos próximos dez anos, tornando-o um dos mais importantes da América do Sul. Também no Chile, a expedição vai passar pelo Terminal Portuário de Arica, outro importante ponto de escoamento de cargas.

Os terminais podem ser rota viável para nichos produtivos específicos, avalia o presidente da Famasul, Eduardo Riedel. "Iquique já é utilizado por empresas do agronegócio. Sabemos que há oportunidades, por isso a análise sobre a viabilidade de escoamento porque a estrutura precisa dar segurança e agilidade à logística", avalia. O dirigente destaca que, além de estudos técnicos, o comboio tem objetivo de chamar atenção para a necessidade de potencializar alternativas de escoamento. "Precisamos de alternativas para potencializar o crescimento do Estado", enfatiza.

Roteiro

A expedição Rota da Integração Latino Americana tem paradas estratégicas previstas em Santa Cruz de La Sierra e La Paz (Bolívia), Arica e Iquique (Chile). Em Santa Cruz de La Sierra os participantes visitam a Expocruz, feira voltada para empresas com interesse em exportação e considerada o maior evento multissetorial da América Latina. A previsão de chegada a Iquique é no dia dois de outubro.