Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 09/03/2015

Encontro debate a participação feminina no agronegócio

Encontro Cana Substantivo Feminino acontece no dia 12 de março, em Ribeirão Preto.

Da assessoria

As mulheres estão conquistando o seu espaço em todos os setores da economia, inclusive naqueles tradicionalmente masculinos, como o agronegócio. Em 10 anos, a representação feminina no segmento cresceu em 7%, conforme dados divulgados pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio. Para ter uma noção do aumento das mulheres nesse setor, no Brasil, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) tem um departamento especial só para atender às agricultoras. Chamado de Diretoria de Políticas para Mulheres Rurais (DPMR), o setor tem entre os principais projetos o Programa Nacional de Documentação das Trabalhadoras Rurais, o Pronaf Mulher, o Programa Organização Produtiva de Mulheres Rurais e a Assistência Técnica e Extensão Rural para mulheres (ATER para mulheres).

Diante deste contexto, a busca pela profissionalização e formação acadêmica também teve sua ascensão. Hoje, as mulheres buscam cada vez mais profissionalização, desde a formação acadêmica, até à educação especializada, mestrados, doutorados ou cursos de conhecimento aplicado. Elas se destacam e assumem posições importantes no campo ou na cidade, pois estudam e se preparam muito mais e melhor.

Um exemplo é a participação das mulheres na tradicional Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz (Esalq/USP), a presença feminina na Universidade já atinge, em média, 50%, nos cursos de graduação, especialmente, nas áreas de engenharia agrônoma.

O amplo segmento, que vai do campo à cidade, permite que a presença feminina esteja em diferentes ambientes. Elas são atraídas pela diversidade de atividades, pela dinâmica do meio rural que norteia os mercados. Hoje, a crescente participação feminina em empresas de agronegócio ou no campo traz benefícios em gerais. São elas que têm um olhar diferenciado nas atividades profissionais. O agronegócio remete a terra, que gera a vida, atividade com a qual a mulher se identifica. E a mulher é mais sensível a certas questões e o homem mais objetivo em outras. A soma dessas qualidades é positiva e produtiva.

Encontro

- A atuação e oportunidades de trabalho para as mulheres no agronegócio serão debatidos no IV Encontro Cana Substantivo Feminino, que acontece a partir das 8h do dia 12 de março de 2015, no Centro de Cana do IAC - Rodovia Antonio Duarte Nogueira, km 321 (Anel Viário Contorno Sul), Ribeirão Preto, SP.