Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 12/02/2015

Ministra Kátia Abreu lança hot site Água na Agricultura

Objetivo da ferramenta é compartilhar informações com produtores e sociedade.

Do Mapa

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, lançou na tarde desta quarta-feira, 11, o hot site Água na Agricultura. O produto, desenvolvido em parceria com a Embrapa, a Conab, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e a Agência Nacional de Águas (ANA), oferece um panorama atualizado do cenário hídrico no país.

“É uma excelente ferramenta, com dados confiáveis e atualizados, que será de grande utilidade, tanto para o produtor se planejar, como para o próprio governo elaborar políticas para o setor”, enfatizou. “O hot site organizará esses elementos em uma mesma plataforma, facilitando o acesso de todos os interessados e democratizando esse ativo tão importante que é a informação”, afirmou.

O presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes, fez a apresentação do site, que contará com acompanhamento atualizado das condições de umidade do solo e clima em todo o país, monitoramento de plantio e colheita das safras, cenários atualizados de precipitação, entre outros.

Água na Agricultura

O site conta com as seguintes abas: Inicial (home da ferramenta); Observatório Safra 2014/2015 (informações sobre o monitoramento da safra, precipitações e condições do clima); Perguntas e Respostas (dados sobre as principais dúvidas relacionadas à questão hídrica); Soluções Tecnológicas (apresenta alguns exemplos de serviços, sistemas e tecnologias disponíveis para o enfrentamento da escassez hídrica); Publicações ( material editorial desenvolvido pela Embrapa sobre o tema); Comunicações (notícias e vídeos relacionados ao tema).

A ministra alertou sobre a necessidade de se diferenciar o que está sendo afetado pela seca e o que é afetado pela sazonalidade. Ela utilizou o exemplo do tomate, que tem a produção prejudicada pelas chuvas do início do ano e por consequência, sofrem aumentos no preço. Segundo ela, o hot site terá atualização constante e deve se tornar um instrumento de referência para a utilização da água na agricultura.