Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 13/01/2015

Rio Paraguai deve ter cheia de tamanho normal em 2015

Cheia deve ser menor do que a registrada em 2014.

Da Embrapa Pantanal

A Embrapa Pantanal disponibilizou nesta semana o primeiro alerta de nível do rio Paraguai e Cuiabá de 2015. Na publicação, o pesquisador da instituição Carlos Padovani destaca as primeiras estimativas de níveis máximos para este ano. Os dados do alerta, segundo o pesquisador, são baseados na análise das estações dispostas no Rio Paraguai e Cuiabá, assim como em previsões meteorológicas feitas pelo Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE e pela empresa Climatempo para o trimestre de janeiro, fevereiro e março de 2015.

De acordo com a avaliação feita por Padovani, a tendência é que a primeira metade de janeiro tenha menos chuvas do que o previsto. Se fevereiro apresentar chuvas de média ou baixa intensidade, ele diz que “as chances de uma inundação intensa no Pantanal diminuem muito”. Tomando como base as previsões do Inmet e Inpe para o primeiro trimestre do ano, não há como afirmar que vão ocorrer chuvas extremas nesse período que possam ocasionar uma grande cheia na região, segundo o pesquisador.

Ele aponta ainda que as áreas ainda inundadas nas porções mais baixas do Pantanal, próximas do rio Paraguai, já estão relativamente bem drenadas. Se a estimativa de uma cheia normal se concretizar, o pesquisador destaca que o seu pico ocorre geralmente entre os meses de junho e julho, ou seja, daqui a aproximadamente 5 meses, tempo suficiente para a drenagem e evaporação da água ocorrer. “A possibilidade das águas da cheia de 2015 somarem-se às águas da planície, da cheia de 2014, parece remota nesse cenário”, ressalta.