Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 16/12/2014

Missão técnica de MS visita terminais portuários do Peru

A visita faz parte da viagem precursora do projeto RILA.

Da UEMS

No último dia (4), os representantes do Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Estado de MS (SETLOG MS) e da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) visitaram o Porto de Matarani, administrado pela Tisur (Terminal Internacional do Sul) e o Terminal Portuário de Ilo, ambos localizados no Perú.

A visita fez parte da viagem precursora do projeto RILA – Rota Integração Latino Americana. O objetivo era conhecer os portos viáveis para escoar a produção do setor agrícola e viabilizar o aumento das exportações, não apenas de grãos, mas de diferentes produtos brasileiros.

Atualmente, o transporte é um dos maiores empecilhos da produção agropecuária. De acordo com o projeto idealizado pelo SETLOG MS, “Com a possibilidade de escoar a produção pelo oceano pacífico, haverá uma redução de cerca de sete mil quilômetros de rota marítima, com relação ao percurso feito pelo oceano atlântico”.

Durante a passagem por Ilo, o gerente geral do Centro de Exportação, Transformação, Indústria e Comercialização e Serviços - Ceticos Ilo, Jorge Pacora Fuentes, recebeu os expedicionistas para uma reunião e posteriormente levou-os para conhecer o porto. O cais atracadouro possui uma infraestrutura de 302 metros de comprimento e 27 de largura.

De acordo com Fuentes, atualmente o cais pode receber vários tipos de cargas como fracionário, a granel, containers, rolante e minerais. “Entre as principais exportações que passam pelo terminal portuário de Ilo estão a farinha de peixe, cobre, minério de ferro, produtos agrícolas (pimentão, peixe e orégano) e produtos congelados (peixe, polvo e lula). E importamos trigo a granel, nitrato de amônio, mercadorias em geral, máquinas, equipamentos e veículos”, explica.

Ainda no dia 04, foi realizada uma visita ao porto de Matarani a fim de agendar uma expedição pelo cais com empresários, executivos, entidades públicas e privadas, e entidades consulares dos países envolvidos que passarão pelo país em maio de 2015. O cais marginal possui 583 metros de longitude com um encaixe de 32 pés o que permite a atenção de naves de grandes dimensões, podendo atender simultaneamente até 3 naves.

O terminal portuário de Maratani possui uma infraestrutura com ampla área de operações e equipamentos adequados para manejar diferentes tipos de carga: mercadoria geral, granéis sólidos, líquidos, carga rolante, com recipiente e refrigerada e grandes volumes de carregamento.