Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 14/11/2014

Policiais ambientais participam de curso sobre conservação da natureza

Curso está sendo ministrado em Mato Grosso do Sul.

Do Notícias MS

O Pantanal da Serra do Amolar, circundada pelas lagoas Uberaba e Mandioré e integrada por um corredor ecológico formado por RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural) e o Parque Nacional, será o cenário da 12ª edição do Curso Estratégias para Conservação da Natureza, com a participação de 30 oficiais da Polícia Ambiental de todo o País.

A capacitação é uma realização do Governo do Estado, por meio do Comando da Polícia Militar, com a coordenação da organização não-governamental Instituto Homem Pantaneiro (IHP). O curso terá início nesta sexta-feira, com abertura às 12h, pelo comandante da PM/MS, coronel Valter Godoy Rojas, a bordo do barco-hotel Kalypso, no porto geral de Corumbá, e segue até o dia 22.

Ações integradas

As aulas e palestras serão realizadas com o barco-hotel navegando pelo Rio Paraguai até a divisa de Corumbá com Poconé (MT), incluindo visitas e atividades práticas a unidades de conservação, ao Parque Nacional do Pantanal, comunidades ribeirinhas e as chamadas escolas das águas. O curso tem o patrocínio este ano do grupo Boticário, Agência Nacional das Águas e Permian Global, com o apoio da Rede de proteção e Conservação da Serra do Amolar, Instituto Chico Mendes, Faculdade Salesiana Santa Teresa e projeto Panthera/Parna Pantanal.

Estratégias para a Conservação da Natureza é um projeto inédito criado em 1992, oportunizando às unidades de policiamento ambiental do Brasil a troca de experiências, aprimoramento técnico e a elaboração de propostas em comum com vistas à preservação e conservação dos biomas que estão presentes em mais de um estado, a exemplo da Mata Atlântica e o Pantanal.

A iniciativa nasceu da experiência adquirida pelo coronel Ângelo Rabelo durante as operações de combate aos traficantes de animais silvestres e contrabandistas de peles de jacarés do Pantanal, na década de 1980, quando o oficial, ex-comandante da Polícia Militar Ambiental (PMA/MS), percebeu a necessidade de capacitar os policiais da unidade para uma atuação mais preventiva e com conhecimento técnico, com ênfase para a educação ambiental e envolvimento das comunidades.

Nova abordagem

Mais de 400 policiais dos estados e do Distrito Federal foram capacitados pelo curso em onze edições, todas realizadas no Pantanal. A capacitação tem contribuído, ao longo destes anos, para o aprimoramento dos quadros da Polícia Ambiental com forte repercussão positiva, graças ao treinamento específico, planejamento integrado de ações e o trabalho de educação ambiental, com ênfase a formação do sujeito ecológico, numa perspectiva conservacionista.

O curso deste ano terá uma carga horária de 110 horas, abordando, dentre outros temas, o planejamento e gestão das bacias hidrográficas, denúncia qualificada, fiscalização em áreas protegidas, tecnologias de planejamento e controle ambiental, ordenamento jurídico, políticas públicas ambientais (desafios e perspectivas) e tecendo e ampliando as redes de relacionamento. Os oficiais realizarão visitas técnicas, com práticas de campo, trilhas e uso de GPS.