Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 11/11/2014

Fibria seleciona 3 projetos de MS em edital de pesquisa

Iniciativas que terão apoio técnico e financeiro da empresa.

Da Fibria

A Fibria selecionou quatro projetos de pesquisa voltados à conservação ambiental em suas áreas de atuação e que receberão apoio técnico e financeiro da empresa. Os projetos foram escolhidos entre um total de 40 propostas apresentadas a partir do Edital de Pesquisa sobre Biodiversidade, divulgado pela empresa no mês de setembro e aberto à participação de organizações dos estados onde a empresa atua.

“Recebemos bons projetos. A seleção foi realizada por uma comissão técnica da empresa, que considerou critérios como aderência do projeto às metas prioritárias da Fibria, caráter inovador e resultado esperado para a conservação da biodiversidade”, disse Ana Paula Correa do Carmo, pesquisadora do Centro de Tecnologia da Fibria.

O edital contemplou trabalhos direcionados a três diferentes linhas temáticas. Duas das propostas escolhidas enquadram-se na linha de pesquisa “Restauração da biodiversidade”, uma proposta na linha de “Conservação de espécie ameaçada” e a quarta é sobre “Caracterização e monitoramento de recursos hídricos”. Os projetos são das instituições: Instituto de Inovação em Engenharia e Meio Ambiente (Ambinova); Universidade Estadual Paulista (UNESP); Fundação de Ensino Pesquisa e Extensão de Ilha Solteira (FEPISA); e Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (IPEF). Os projetos devem ter duração entre seis e 24 meses.

Participaram do processo instituições de ensino superior, institutos de pesquisa, associações, ONGs, sociedades técnico-científicas e fundações sem fins lucrativos. A empresa tem uma longa história de parceria com instituições de pesquisa e universidades, mas essa foi a primeira vez que lançou um edital público para seleção de projetos.

A Fibria realiza várias pesquisas em suas áreas de atuação, sendo que na área de conservação dos recursos naturais merece destaque o monitoramento de avifauna e a realização de estudos em Microbacia Experimental, local onde avalia a interação de suas atividades com a natureza (água, solo, fauna e flora). Com o edital para seleção de novos projetos, a empresa busca maximizar os resultados de iniciativas que contribuam para conservar a biodiversidade e compartilhar com a sociedade os conhecimentos gerados.

Projetos selecionados

“Utilização de Redes Neurais Artificiais para estimação de biodiversidade, tamanho populacional, estoque volumétrico e carbono em fragmentos florestais”. Locais de atuação na Fibria: Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Instituição: Instituto de Inovação em Engenharia e Meio Ambiente (Ambinova) – de Viçosa (MG).

“A importância da limitação por nutrientes na conservação da diversidade florística no cerrado brasileiro”. Local de atuação: Mato Grosso do Sul. Instituição: Universidade Estadual Paulista (UNESP) – de Ilha Solteira (SP).

“Tecnologia de sementes e instalação de teste de progênie de pequi”. Local de atuação: Mato Grosso do Sul. Instituição: Fundação de Ensino Pesquisa e Extensão de Ilha Solteira (FEPISA) – de Ilha Solteira (SP).

“Técnicas de caracterização física de uma microbacia de terceira ordem de drenagem em relação a sua hidrografia e capacidade de resiliência”. Local de atuação: São Paulo. Instituição: Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (IPEF) – de Piracicaba (SP).