Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 06/12/2012

Desafio Energia Mais Limpa premia estudantes de dez estados e DF

Participaram da festa de premiação um representante de cada estado.

Unica

Alunos e professores da rede estadual de ensino de dez estados (AL, GO, MT, MS, MG, PB, PR, PE, RJ, SP) e do Distrito Federal (DF) vencedores do “Desafio Energia Mais Limpa,” foram homenageados nesta quarta-feira em cerimônia organizada pelo Projeto AGORA na capital paulista. Participaram da festa de premiação um representante de cada estado, totalizando 11 estudantes acompanhados pelo responsável e o professor ou professora que desenvolveu o projeto em sala de aula. Ao todo, 29 alunos foram premiados, assim como seus respectivos orientadores pedagógicos e escolas.

A cerimônia foi realizada no tradicional espaço para eventos Chácara Santa Cecília, ambiente que em 2009 também foi palco para a premiação ao final de outra iniciativa educacional do Projeto AGORA, o “Desafio Mudanças Climáticas”.

Cada aluno foi contemplado com um tablet, enquanto os professores que orientaram os trabalhos nas salas de aulas receberam computadores do tipo notebook. As escolas em que os alunos e professores premiados desenvolveram seus trabalhos foram contempladas com projetores multimídia.

Energia sustentável

Seguindo os moldes do “Desafio Mudanças Climáticas”, idealizado em 2009 para informar professores e estudantes sobre as causas do aquecimento global e o papel das energias renováveis nesse contexto, o “Desafio Energia Mais Limpa” envolveu cerca de 40 mil profissionais de educação, entre professores, diretores e coordenadores pedagógicos, que tiveram a missão de estimular o debate nas salas de aula sobre os tipos de energia existentes, entre elas a bioeletricidade e o etanol produzidos a partir da cana-de-açúcar.

O concurso recebeu quase duas mil cartas de estudantes dos 8º e 9º anos, que após quatro meses trabalhando em sala de aula com o kit pedagógico do Desafio, apresentaram suas conclusões em cartas endereçadas à presidente Dilma Rousseff, respondendo à pergunta: “Que tipo de energia o Brasil precisa e de onde ela virá?”.

A exemplo das três iniciativas educacionais realizadas anteriormente pelo Projeto AGORA, o ‘Desafio Energia Mais Limpa’ contou com material pedagógico produzido pela Editora Horizonte, empresa que publica a revista Horizonte Geográfico.

O kit pedagógico contém um caderno com orientações para os professores, quatro pôsteres, um DVD com depoimentos de alguns dos principais especialistas em energia do País, como o físico, professor da Universidade de São Paulo e ex-ministro do Meio-Ambiente, José Goldemberg. As escolas participantes receberam ainda um exemplar da ferramenta audiovisual interativa “Usina Virtual”, que detalha todas as etapas da produção em uma usina de processamento de cana-de-açúcar. As inscrições para o Desafio começaram na volta às aulas no segundo semestre deste ano letivo e foram encerradas no dia 22 de outubro.

“A matriz energética brasileira é um assunto atual e repleto de temas que podem ser trabalhados no meio estudantil. Foi muito interessante ler o que os nossos pequenos cidadãos pensam sobre o futuro energético e as soluções apontadas por eles para que o País aproveite melhor suas diversas fontes de energia limpa e renovável,” explica Fernanda Teixeira, gerente de Comunicação da FMC, uma das empresas e entidades parceiras do Projeto AGOR