Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 15/10/2014

MS já recolheu 2.204 toneladas de recipientes de agrotóxicos em 2014

A quantidade é 3% maior do que a registrada no mesmo período de 2013.

Fátima Mathias Machado

Mato Grosso do Sul recolheu no acumulado de três trimestres de 2014, 2.204 toneladas de embalagens de agrotóxicos vazias. A quantidade é 3% maior do que a registrada no mesmo período de 2013, que foi de 2.140.

Os dados são do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), que aponta que com essa quantidade o Estado é o sétimo do ranking nacional de recolhimento. À frente de Mato Grosso do Sul estão: Mato Grosso (8.225 toneladas), Paraná (4.308 toneladas), São Paulo (3.808 toneladas), Rio Grande do Sul (3.619 toneladas), Bahia (2.817 toneladas) e Minas Gerais (2.713 toneladas).

O estudo realizado pelo Inpev aponta que, no período, foram retiradas do meio ambiente 34.714 toneladas do material em todo o País. A quantidade é 8% superior as 32.033 do mesmo intervalo de tempo do ano passado.

O instituto

O Inpev é uma entidade sem fins lucrativos criada pela indústria fabricante de agrotóxicos para realizar a gestão pós-consumo das embalagens vazias de seus produtos. A legislação atribui a cada elo da cadeia (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) responsabilidades compartilhadas que possibilitam o funcionamento do Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos).