Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 15/09/2014

Fibria financiará projetos de pesquisa sobre biodiversidade

Escolha dos projetos será feita a partir de chamada pública .

Da Fibria

A Fibria divulgou edital para selecionar projetos de pesquisa que contarão com aporte financeiro da companhia. A empresa tem uma longa história de parceria com instituições de pesquisa e universidades, mas pela primeira vez lança um edital público para fazer a seleção de projetos. Serão priorizadas pesquisas que enfoquem a biodiversidade, a serem realizadas em áreas da Fibria nos seguintes estados: Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

As propostas podem ser apresentadas até 10 de outubro deste ano pelo e-mail edital.biodiversidade@fibria.com.br. Podem participar instituições de ensino superior; institutos de pesquisa; associações, ONGs, sociedades técnico-científicas ou fundações sem fins lucrativos. Os projetos selecionados serão divulgados pela empresa no dia 31 de outubro.

Temas

As propostas de pesquisa a serem avaliadas devem ser direcionadas a três linhas temáticas: Restauração da biodiversidade, Conservação de espécies ameaçadas e Recursos hídricos. Os projetos devem ter duração entre seis e 24 meses. O edital completo com todas as condições pode ser acessado no site http://www.fibria.com.br/web/pt/midia/publicacoes.htm

Com cerca de 350 mil hectares destinados à conservação nos estados em que atua, a Fibria tem o compromisso de contribuir para a preservação dessas áreas, segundo destaca Ana Paula Correa do Carmo, pesquisadora do Centro Tecnológico (CT) da empresa.

“São áreas que abrigam ecossistemas dos biomas Cerrado e Mata Atlântica, considerados hotspot para a conservação da biodiversidade global”, explica a pesquisadora. O termo hotspot designa todas as áreas e biomas de alta biodiversidade, que são considerados prioritários para a conservação.

A Fibria já realiza várias pesquisas em suas áreas, com destaque para o monitoramento de avifauna e a Microbacia Experimental, local onde avalia a interação de suas atividades com a natureza (água, solo, fauna e flora). Com o lançamento do edital para seleção de novos projetos, a empresa busca maximizar os resultados de iniciativas que contribuam para conservar a biodiversidade.