Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 03/12/2012

Comitiva federal discute conflitos entre índios e produtores em MS

Nesta sexta, comitiva discute problema na Assembleia e no sábado participa da grande assembléia Guarani, em Douradina.

Da Redação

Uma comitiva formada por representantes de vários órgãos federais está em Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (30) e no sábado (1º) para discutir a questão dos conflitos agrários entre produtores rurais e indígenas no Estado.

Integram a comitiva representantes do Ministério da Justiça, Fundação Nacional do Índio (Funai), Casa Civil e Secretaria Geral da Presidência da República, Secretaria de Direitos Humanos, Advocacia Geral da União, Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Conselho Nacional de Justiça e Secretaria de Patrimônio da União.

A agenda de trabalhos tem início nesta sexta-feira em Campo Grande, na Assembleia Legislativa do Estado, com reunião das 10h às 16h. Participam da reunião a delegação do governo federal, deputados estaduais, representação de deputados federais e senadores, procuradores do Ministério Público Federal no estado, representantes do governo estadual e municipais, OAB, Conselho Federal de Psicologia, Arquidiocese, Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Associação dos Criadores de MS (Acrissul), Justiça Federal, além de indígenas da Aty-Guasu (Grande Assembleia Guarani).

Neste sábado (1º), a comitiva do Governo Federal se desloca para participar da Aty-Guasu, na aldeia Panambi - Lagoa Rica, localizada no município de Douradina (MS), a 194 quilômetros de Campo Grande. Cerca de 500 indígenas de todo o estado participarão do evento.

(*Com informações da Funai e Assembleia)