Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 19/05/2014

Universitários auxiliam na criação de hortas em escolas

Alunos aprenderão a lidar com a terra, produzir adubo orgânico e cultivar hortaliças.

Da assessoria

Vivenciar a educação ambiental, enriquecer a merenda, ganhar um laboratório multidisciplinar. Os benefícios de ter uma horta na escola são diversos. Para colocar em prática essa iniciativa, alunos do Curso de Agronomia da Anhanguera-Uniderp realizam oficinas sobre “Produção de alimentos saudáveis reutilizando matérias”, nesta segunda-feira (19/05), das 13h30 às 16h30, na Unidade Agrárias.

A ação vai envolver 40 alunos do 6º ano da Escola Municipal Maestro João Correa Ribeiro, ensinando-os como lidar com a terra, com as plantas e com as tecnologias de cultivo.

“Conseguimos integrar a Universidade com a comunidade e oportunizar atividades práticas com valores transformadores aos acadêmicos. Desenvolvemos o sentimento de solidariedade enquanto ambos os lados aprendem, pois os alunos do ensino fundamental também são sensibilizados sobre a importância do consumo diário de hortaliças e de como é fácil cultivá-las”, explica a professora do curso de Agronomia, Eloty Schleder, que coordena a atividade.

A bióloga Suzane Assumpção, professora do laboratório de ciências da Escola Municipal Maestro João Correa Ribeiro, ressalta os motivos de investir no projeto. “Nós temos um espaço na escola que pode ser melhor aproveitado. Por referências de outros projetos desenvolvidos pela Anhanguera-Uniderp, encontramos na universidade o apoio que precisávamos, ou seja, a capacitação de como fazer nossa horta e o apoio de material para colocarmos tudo isso em prática”, disse.

Para o aprendizado os estudantes da rede pública serão divididos em quatro grupos e distribuídos nas oficinas: “Como efetuar o plantio de hortaliças em bandejas de isopor, para a formação de mudas”, “Compostagem utilizando resíduos orgânicos da cozinha e jardim”, “Horta Vertical utilizando garrafas Pet” e “Como construir um canteiro para hortaliças e realizar o plantio de mudas”. “Nossa ideia é começar o processo de implantação da horta já nas próximas semanas”, revela a professora da rede pública.