Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 08/05/2014

FMC leva peça infantil gratuita para Minas Gerais

Sessões do espetáculo Árvore da Vida serão realizadas em Araxá e Patrocínio.

Da assessoria

Depois das oficinas destinadas aos educadores da rede pública, a FMC Agricultural Solutions, agroquímica multinacional, completa o projeto de responsabilidade ambiental “Árvore da Vida” com apresentações teatrais gratuitas para o público infantil. Em Araxá, as apresentações infantis ocorrem no dia 12 de maio, em quatro sessões, em parceria com a Ecomagri Comércio e Exportação. Já em Patrocínio, os espetáculos ocorrem em cinco sessões nos dias 15 e 16 de maio, em parceria com a Coopa (Cooperativa de Patrocínio). O projeto é aprovado pelo governo do estado de Minas Gerais (“Árvore da Vida” – CA 0663/001/2012), com recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e com apoio das prefeituras municipais.

A peça infantil oferece conhecimento, de forma lúdica, sobre como é possível inserir boas práticas agrícolas na rotina da comunidade rural. Com uma linguagem simples, o espetáculo, de autoria de Bruno Fantini e produzido pela Companhia de Teatro Sia Santa, trata da jornada de insetos que buscam informações para salvar uma grande árvore e o seu ecossistema. O conteúdo relata a descoberta do 8° hábito de atuação responsável: meio ambiente, uma grande novidade nas boas práticas agrícolas, fazendo alusão ao espetáculo “Plantando o 7”, anteriormente criado e apresentado pela FMC, que fala sobre os sete hábitos de atuação sustentável.

Como parte do projeto, em Patrocínio e Araxá, as oficinas para professores foram realizadas nos dias 29 e 30 abril, respectivamente. Na ocasião, foram abordadas teorias e técnicas teatrais, além de jogos dramáticos para dar orientações vocais e desenvolver a habilidade de comunicação e expressão dos profissionais. O curso foi ministrado por atores com acompanhamento de uma fonoaudióloga.

Em Minas Gerais, ao menos sete municípios ainda vão receber o projeto até agosto deste ano, entre eles São Sebastião do Paraíso, Araguarí, Uberaba, Lagoa da Prata e Tupaciguara. “Em 2014, aproximadamente 14 mil pessoas, entre alunos e professores, deverão ser atendidas diretamente pelo financiamento da FMC e dos seus parceiros em diversas cidades. É um número significativo que mostra o quanto a iniciativa está crescendo e evoluindo”, afirma o diretor da peça, Jorge Fantini.

“O objetivo do projeto é levar conhecimento, informação e atualização para crianças e professores. As crianças são multiplicadoras de conhecimento dentro de suas casas e os educadores atuam diretamente na formação de cidadãos nas salas de aula. Valorizamos muito a participação e o envolvimento desses dois públicos”, destaca a gerente de comunicação da FMC, Fernanda Teixeira. “Pelo teatro, encontramos a melhor forma de beneficiar comunidades, disseminando boas práticas agrícolas com cultura e entretenimento”, completa.