Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 18/02/2014

MPF e MPT criam comissão para monitorar o uso de agrotóxicos em MS

Grupo também vai discutir formas de prevenir e combater uso indiscriminado dos defensivos agrícolas.

Do CanaNews com assessoria

Membros dos ministérios Público Federal (MPF) e Público do Trabalho (MPT) criaram uma comissão para monitorar o uso de defensivos agrícolas em Mato Grosso do Sul e discutir os riscos que esses produtos representam ao meio ambiente, a saúde do trabalhador rural e da população.

A Comissão será coordenada pelo procurador da República do MPF em Dourados, Marco Antonio Delfino de Almeida, e pelo procurador do MPT, Leontino Ferreira de Lima Júnior.

Delfino diz que o foco da comissão será o monitoramento. “A população precisa ter certeza de que está consumindo um produto adequado. É preciso fazer o rastreamento reverso para identificar de onde o produto saiu e qual prática vem sendo observada", afirma.

Um dos problemas destacados por ele se relaciona à pulverização aérea, que pode atingir áreas próximas às lavouras e necessita de fiscalização especial. Como exemplo, o procurador cita o caso do avião que lançou veneno agrícola por acidente na escola do Assentamento Pontal dos Buritis, em Rio Verde (GO), em junho de 2013. Ficaram intoxicadas 37 pessoas, oito adultos e 29 crianças entre seis e 14 anos.