Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 06/11/2012

ETH Bioenergia investe mais de R$ 280 mil na saúde de Alto Taquari

Empresa investiu recursos na instalação de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

Da Redação*

A ETH Bioenergia, inaugurou no dia 31 de outubro, a primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da região, instalada no Hospital Municipal de Alto Taquari/MT. A ação, por meio do Programa Energia Social para a Sustentabilidade Local, é parceria com a prefeitura da cidade. Devem ser atendidas anualmente 200 gestantes e 10 recém-nascidos. A iniciativa totaliza um investimento superior a R$ 280 mil.

"A redução da mortalidade materna e infantil é uma das principais diretrizes das políticas públicas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Por meio do Programa Energia Social, dialogamos com essas prioridades governamentais, assumindo um compromisso com a população de Alto Taquari. Por isso, efetivamos o plano, estabelecendo metas junto à comunidade, para amparar gestantes, garantindo que toda assistência técnica e humana seja disponibilizada em favor da saúde da mãe e do filho", explica o superintendente do Polo Taquari da ETH Luiz Paulo Sant´Anna.

Além da estruturação da UTI, compra de equipamentos como incubadoras, cardiotocógrafo (monitor cardíaco fetal) e espirômetro (medidor do fluxo respiratório), o projeto também contempla a capacitação técnica dos profissionais do Hospital Municipal e prevê ainda transporte de pacientes através de ambulâncias, com equipamentos necessários, caso algum paciente precise ser transferido a um centro de referência. A prefeitura é responsável pela aquisição de material médico hospitalar e medicamentos, garantindo o funcionamento da UTI.

Programa Energia Social para a Sustentabilidade Local

O Programa Energia Social para a Sustentabilidade Local reúne ações e investimentos realizados junto às comunidades e governo local onde a ETH está inserida, visando o desenvolvimento sustentável e bem estar nas regiões de atuação da ETH. Ao todo, desde sua criação, estão em desenvolvimento 37 projetos nas nove cidades, sendo que o Programa tem como prioridade as áreas de educação, cultura, atividades produtivas, saúde, segurança e preservação ambiental, por meio de um modelo de gestão participativa entre prefeituras, comunidades e empresa.

(*Com informações da assessoria da ETH)