Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 30/01/2014

MS recolheu 2.646 toneladas de embalagens de defensivos em 2013

Volume é 8% maior do que o registrado em 2012, aponta Inpev.

Anderson Viegas

Em 2013, o Sistema Campo Limpo recolheu 2.646 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas em Mato Grosso do Sul, o volume é 8% maior do que o registrado em 2012, que foi de 2.440, conforme dados divulgados nesta terça-feira (28), pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias.

O Inpev representa as indústrias fabricantes de agrotóxicos no Sistema Campo Limpo, que conta ainda com os agricultores, canais de distribuição e Poder Público na rede de logística reserva de recolhimento de embalagens vazias de defensivos.

No Brasil, conforme o instituto, o percentual de crescimento foi o mesmo do estado, 8%. A quantidade passou de 37.379 toneladas para 40.404 toneladas.

Segundo com Hamilton Rondon, coordenador regional de Operações do instituto na região, ano a ano, o Sistema apresenta resultados cada vez mais positivos. O coordenador ainda destaca que os agricultores do estado têm importante papel e contribuem fortemente com o cumprimento de suas responsabilidades.

Tríplice lavagem

De acordo com o Inpev, 95% das embalagens vazias de defensivos agrícolas colocadas no mercado podem ser recicladas, desde que após o uso dos produtos que contém elas passem pela lavagem correta (tríplice lavagem).

Os recipientes que não passaram pela tríplice lavagem e ainda os que não são laváveis, são incinerados.