Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 01/11/2012

Energia Mais Limpa premia vencedores em dezembro em SP

Desafio está reunindo alunos e professores de escolas públicas de dez estados e do Distrito Federal.

Unica

Alunos e professores das redes estaduais de ensino de 10 estados e do Distrito Federal, que estão participando do “Desafio Energia + Limpa” têm mais um estimulo para vencer a ação educacional do Projeto Agora. Para homenagear os ganhadores de cada estado, a coordenação da iniciativa programou um evento de premiação que vai acontecer no dia 5 de dezembro em São Paulo.

O local escolhido é o tradicional espaço para eventos Chácara Santa Cecília. O lugar reune bar, restaurante e reserva ecológica no bairro de Pinheiros, na Zona Oeste da capital paulista. São oito ambientes distribuídos em mais de 2 mil metros quadrados de natureza preservada, com diversas espécies de plantas, árvores frutíferas e um lago artificial.

O ambiente verde do local já serviu de palco para outro evento educacional do Projeto AGORA. Em 2009, o encerramento do “Desafio Mudanças Climáticas”, iniciativa idealizada para informar professores e estudantes sobre a importância da redução de emissões que aceleram o efeito estufa, também aconteceu no Chácara Santa Cecília.

Vencedores

Cada estado participante do "Desafio Energia + Limpa" enviará ao evento um estudante, acompanhado do responsável e do professor que desenvolveu o projeto com o aluno. Caso o estado conte com mais de um estudante premiado, a comissão julgadora elegerá qual será o representante. Todos os trabalhos vencedores serão exibidos no local.

Os participantes do Desafio deverão elaborar cartas endereçadas à presidente Dilma Rousseff abordando o tema "Que tipo de energia o Brasil precisa e de onde ela virá?" O prazo para inscrições terminou no dia 22 de outubro e os trabalhos devem ser enviados até o dia 05 de novembro. Mais de 2 mil escolas garantiram participação.

O Projeto Agora estima que aproximadamente 900 mil alunos serão conscientizados pelo Desafio sobre as diferentes fontes energéticas existentes, entre elas o etanol e a bioeletricidade gerados a partir da cana-de-açúcar. Participam da iniciativa escolas da rede pública dos estados de Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraiba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo e do Distrito Federal.