Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 17/10/2013

Parques eólicos da Bioenergy geram 47 mil MWh no primeiro semestre

Dados medidos pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) revelam desempenho excepcional nas usinas de Aratuá I e Miassaba II no Rio Grande do Norte.

Da Redação

A Bioenergy, uma das empresas pioneiras em energia limpa no Brasil, acaba de entregar 47 mil megawatts/hora (MWh) no sistema elétrico nacional, no primeiro semestre, energia suficiente para atender uma cidade com 30 mil habitantes durante um ano. A eletricidade é resultado dos parques eólicos da empresa de Aratuá I e Miassaba II no estado do Rio Grande do Norte.

Nos primeiros quatro meses de 2013, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o Parque Eólico Aratuá I gerou 23.524 MWh e o Parque Eólico Miassaba II gerou 24.189,84 MWh para o sistema. As usinas somam 28,8 MW de potência instalada e contam com os primeiros 18 aerogeradores em funcionamento da GE na America Latina.

“Estamos com taxas bem elevadas de produção a aproveitamento, algo excepcional”, explica Sérgio Marques, presidente da Bioenergy. “Acompanhamos em tempo real o funcionamento dos parques, o que nos permite aferir o desempenho e corrigir qualquer desvio instantaneamente”, complementa.

O Parque Eólico Miassaba II, o primeiro contratado no Ambiente de Comercialização Livre (ACL) do Brasil, e o Parque Eólico de Aratuá I são localizados na cidade de Guamaré, no Rio Grande do Norte. Ambos contaram com investimentos de R$ 2 milhões em proteção e monitoramento ambiental.