Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 23/09/2013

Dia da Árvore: Faber-Castell e o desafio de proteção ao meio ambiente

Comprometida com a sustentabilidade e o respeito com o meio ambiente, a Faber-Castell foi pioneira em reflorestamento em sua área de atuação.

Faber-Castell

Na véspera da chegada da primavera, no dia 21 de setembro, é comemorado o Dia da Árvore: a data foi instituída para lembrar a todos sobre a importância da preservação à natureza. Uma árvore, além de trazer sombra nos dias quentes e até alimentos, dependendo da espécie, também auxilia na conservação do solo e manutenção da boa qualidade do ar.

O Brasil é conhecido por suas árvores, com aproximadamente 516 milhões de hectares de florestas naturais e plantadas. E abriga uma das floras mais diversas e exuberantes do planeta, com mais de 43 mil espécies vegetais. Mas todo esse cenário está ameaçado pelo desmatamento recorrente, que devasta quilômetros de florestas todos os dias.

Comprometida com a sustentabilidade e o respeito com o meio ambiente, a Faber-Castell foi pioneira em reflorestamento em sua área de atuação. Para a fabricação do EcoLápis, feita de madeira reflorestada e certificada pelo FSC® (Forest Stewardship Council), a empresa investe no aprimoramento da produtividade florestal.

Cada árvore da espécie Pinus caribaea var. hondurensis presente nos 9.600 hectares de florestas da Faber-Castell, na região de Prata (MG), é aproveitada em sua totalidade. É o uso múltiplo das árvores, onde os resíduos de produção viram adubo, a serragem excedente é usada para geração de energia da própria fábrica e as sobras de madeira são comercializadas para a produção de chapas de MDF, OBS, entre outros.

Nos últimos anos, a Faber-Castell utiliza novas tecnologias para aumentar a produtividade das suas florestas, como melhoramento genético e clonagem de espécies. Dentro deste cenário de inovação, há dois anos e meio, a empresa trabalha com o novo conceito de Floresta Orgânica, cujo processo elimina ao máximo o uso de produtos químicos. Esta nova ação causará ainda menos impacto para a natureza num futuro próximo, com os melhores resultados para a floresta e também para a produção do EcoLápis.

Nos parques florestais da empresa, projetos de preservação da fauna e flora locais também merecem destaque. O projeto Arboris consiste na preservação, recuperação e adensamento de remanescentes da flora nativa presente nas florestas da Faber-Castell. Mais de 300 espécies nativas já foram identificadas nos inventários executados. Com este projeto, a Faber-Castell implanta e sustenta o conceito de Uso Múltiplo da Floresta, que garante a conservação da biodiversidade, preservação dos recursos hídricos, do solo e a geração de empregos.