Canais de Notícia

Sustentabilidade

Publicada em 11/09/2013

Campo Limpo destina 28 mil toneladas de embalagens de defensivos

Bom desempenho da logística reversa desse material é resultado do constante investimento em iniciativas que garantem melhorias contínuas no sistema.

Inpev

De janeiro a agosto de 2013, o Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas), formado por agricultores, fabricantes - estes representados pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV) -, canais de distribuição e com apoio do poder público, encaminhou para o destino ambientalmente correto 28.620 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos em todo o País. A quantidade representa um crescimento de 10% em relação ao mesmo período de 2012.

O balanço realizado pelo instituto aponta que os estados que mais encaminharam para a destinação final foram: Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Goiás e Rio Grande do Sul, que juntos correspondem a 70% do total devolvido pelos agricultores no Brasil. O Piauí, Rio Grande do Norte, Pará e Rondônia obtiveram os maiores crescimentos percentuais no período analisado.

A expectativa é destinar de forma ambientalmente adequada 40 mil toneladas de embalagens em 2013; em 2012 foram 37.390 mil toneladas. De acordo com o diretor-presidente do inpEV, João Cesar. M. Rando, o crescente desempenho do Sistema Campo Limpo, além de ser consequência dos esforços dos diversos elos envolvidos, também é fruto da implantação de um sistema de gestão da qualidade responsável pelo constante aprimoramento dos processos que fazem dele um exemplo no País e no mundo.