Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 06/08/2013

Região sul concentra 70% da produção de milho de MS

Os 31 municípios produtores do grão situados ao Sul estimam colheita de 4,9 milhões de toneladas.

Famasul

Apesar da maior produtividade por hectare no Norte de Mato Grosso do Sul, a região Sul concentra 70,5% da produção de milho safrinha da safra 2012/13. Os 31 municípios produtores do grão situados ao Sul estimam colheita de 4,9 milhões de toneladas, em área de 967 mil hectares. Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 65 produzem milho safrinha no ciclo 2012/13, que deverá totalizar 6,9 milhões de toneladas de acordo com a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS – Sistema Famasul).

Apesar da produtividade do milho equivalente a 95 sacas por hectare, a região Norte não supera em produção a produção da região Sul, que tem produtividade média de 85 sacas por hectare, mas supera em área cultivada. Os dados são do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA) e foram divulgados no dia 29.

Segundo o analista agrícola da Federação da Agricultura e Pecuária (Famasul), Leonardo Carlotto, além da extensa área destinada ao cultivo do grão, o sucesso da produção sulina está relacionado à geografia da região. “A alta produção no conesul do Estado está vinculada à extensão da área, ao solo rico em nutrientes e à linearidade topográfica que privilegia o cultivo”, ressalta Carlotto, que também considera a distribuição de chuvas favorável à produção de grãos ao Sul.

Maracaju é o principal município produtor de milho do Estado, com estimativa de produção equivalente a 1 milhão de toneladas do grão na safra 2012/13. Em seguida vêm os municípios de Sidrolândia (633 mil toneladas), Dourados (610) e Ponta Porã (596), que apesar da baixa temperatura registrada na última semana não apresentará queda na produção.

Mato Grosso do Sul já colheu 39,1% da área destinada ao cultivo de milho safrinha. A produtividade média por hectare do Estado, que na safra passada foi de 80 sacas, no ciclo atual a estimativa é de que supere 85 sacas por hectare.