Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 14/05/2013

Produtores de MS estão em contagem regressiva para colheita da safrinha

Estado deve colher a maior safra do grão de sua história.

Da Redação

Os produtores rurais de Mato Grosso do Sul estão em contagem regressiva para iniciar a colheita da safrinha de milho. Segundo circular técnica do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA) a partir de 1º de junho, as máquinas devem iniciar o trabalho nas lavouras.

O Estado cultivou na safra 2012/2013, 1,420 milhão de hectares com o milho safrinha e tem a expectativa de colher, conforme dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), 6,674 milhões de toneladas do grão.

Se confirmado esse volume de produção, será a maior safra do grão em Mato Grosso do Sul e pela segunda vez o cereal vai superar a soja em quantidade produzida no Estado.

Apesar da safra recorde, os agricultores sul-mato-grossenses estão preocupados. Segundo o diretor executivo da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja), Lucas Galvan, com a expectativa de uma grande produção nacional e levantamentos indicando que os EUA, principal produtor mundial, também deve ter uma boa safra, o preço da saca de 60 quilos que está comercializado entre R$ 18 e R$ 19 no Estado pode cair para o patamar de R$ 15 a R$ 16.

Outro problema, conforme Galvan, é o da estocagem dos grãos. Com cerca de 45% da soja colhida na safra 2012/2013 ainda estocada e com uma capacidade instalada de armazenagem de 7,5 milhões de toneladas, pode faltar espaço para colocar o milho.