Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 17/10/2012

Datagro prevê aumento de 10% da produção de cana na próxima safra

Foi aberta em São Paulo nesta segunda a 12ª edição da Conferência Internacional Datagro.

UDOP

Mais de 500 participantes brasileiros e estrangeiros participaram do primeiro dia da 12ª Conferência Internacional Datagro sobre Açúcar e Etanol, um dos mais importantes eventos do calendário mundial do setor da bioenergia. Neste ano, o tema principal do evento é a saída da crise com produtividade e novas tecnologias.

A abertura foi marcada pela apresentação da cantora Marina De La Riva. A cantora, que misturou elementos da música cubana com elementos da música brasileira, despertou a admiração do público presente.

Em seguida o presidente da Consultoria Datagro, Plínio Nastari, abriu a Conferência destacando o atual cenário do setor da bioenergia. "É um momento muito especial de recuperação. O Brasil ainda é o principal produtor e exportador mundial de açúcar e o segundo maior fabricante de etanol do mundo", disse. Em seguida, Nastari falou sobre "Balanço oferta-demanda de açúcar e etanol em 2012/13 e as perspectivas para a safra 2013/14".

A secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônika Bergamaschi, destacou que o momento é de união e discussão na busca de alternativas de crescimento. "O etanol é uma prioridade para o governo do estado de São Paulo, e estamos ansiosos por mudança", comentou.

Safra 2012/13

Sobre a atual temporada, Plínio Nastari reforçou a estimativa divulgada no mês de setembro, e prevê uma safra de 512,13 milhões de toneladas de cana nesta temporada. Para o diretor, se a previsão do tempo se confirmar, com chuva no final da safra, pode ter cana bisada. "Se isso acontecer pode ter entre 4 a 5 milhões de toneladas de cana bisada", diz.

Safra 2013/14

Para a temporada 2013/14, Nastari prevê uma produção de cana-de-açúcar entre 545 milhões e 575 milhões de toneladas na região Centro-Sul do Brasil, aumento de 10% em relação a atual temporada. Quanto a previsões para a produção de açúcar e etanol, o presidente preferiu não comentar por julgar muito cedo para projeções.

Segundo dia

O evento, que acontece no Grand Hyatt São Paulo, traz personalidades de renome internacionais para as discussões no segundo dia de Conferência. Entre os profissionais internacionais confirmados estão: Andrey Bodin, Chairman of the Board, Russian Sugar Producers Union; Dr. Peter Baron, diretor executivo da International Sugar Organization, de Londres e Michael McDougall, da Newedge, de Nova Iorque.