Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 25/02/2013

CTC lança prêmio de inovação e novas variedades de cana em Dourados

Evento será realizado no dia 12 de março, em restaurante no centro da cidade.

Anderson Viegas*

O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), uma das principais instituições de pesquisa do setor sucroenergético do País, lança no dia 12 de março, em Dourados, polo do segmento em Mato Grosso do Sul, um prêmio voltado para incentivar as usinas a investir em inovação. Durante a Reunião Técnica Regional também será apresentada sua nova série de variedades de cana, que foi desenvolvida especialmente para o Cerrado.

O gerente de Marketing da instituição, João Carlos Gonçalves Júnior, aponta que por meio desta iniciativa e de outras ações desenvolvidas pelo centro o desafio é dobrar a taxa de inovação do setor, sempre de maneira economicamente sustentável. “Procuramos para esse objetivo usinas que têm esse perfil inovador e que investem em novidades, em renovação de canaviais e outras tecnologias disponíveis no mercado”, comenta.

Segundo o gerente geral de Produtos do CTC, Luiz Antonio Dias Paes, além do lançamento da premiação, a reunião técnica contará ainda na programação com uma série de palestras ministradas por técnicos da entidade e de parceiros como a Basf, Bayer e a Agrolatino. “Esta é uma oportunidade única do produtor ter acesso às novidades do mercado, aos detalhes das variedades mais adequadas à sua região e, principalmente, tirar suas dúvidas em relação as tecnologias voltadas para o setor”, aponta.

Novas variedades

Conforme o CTC, durante o evento estarão sendo apresentadas três novas variedades de cana desenvolvidas pelos pesquisadores da instituição, todas da série CTC9000. O gerente de Desenvolvimento de Produto da entidade, Marcos Virgílio Casagrande, explica que essas cultivares são mais adaptadas as condições edafoclimáticas (solo e clima) do Cerrado brasileiro.

A CTC9001, por exemplo, após ser testada por oito anos no Cerrado, apresentou 29% a mais de sacarose em peso por hectare (POL/ha), do que as duas variedades mais presentes no mercado. Ela possui estabilidade, riqueza de açúcares e um longo período útil de industrialização (PUI).

Já a CTC9002, é tolerante à seca e ao plantio mecanizado. Além disso, apresenta longevidade e pode ser cultivada em solos mais restritivos. Por outro lado, a CTC9003, a terceira variedade que será lançada em Dourados, tem alto perfilhamento, também está apta ao plantio mecanizado, além de ser precoce.

Serviço

A 7ª Reunião Técnica Regional será realizada das 8h30 às 12h40, no Restaurante Kikão, no centro da cidade. O evento é voltado para produtores rurais, empresários do agronegócio, técnicos, pesquisadores e estudantes. O número de vagas é limitado e para participar é necessário se inscrever no link: http://www.ctcanavieira.com.br/eventoform.html ou do e-mail comunicacao@ctc.com.br.