Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 29/01/2015

Audiência pública discute ampliação de usina da Adecoagro em MS

Usina pretende ampliar moagem de 4,1 mi de t para 5 mi de t.

Anderson Viegas

O projeto de ampliação em 21,9% da capacidade de moagem da usina Vale do Ivinhema, do grupo Adecoagro, em Ivinhema, a 282 quilômetros de Campo Grande, será discutido em uma audiência pública do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), na próxima quarta-feira (4). O evento será realizado na sede da Associação Cultural e Recreativa Ivinhemense (Acri), às 19 horas.

No evento, será apresentando o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do projeto, requisito fundamental para o licenciamento da obra. Segundo o relatório, a Adecoagro projeta aumentar a capacidade de processamento da planta de 4,1 milhões de toneladas para 5 milhões de toneladas.

Com maior quantidade de matéria-prima, a usina deve ampliar a capacidade de produção de etanol de 180 milhões de litros para 320 milhões de litros por safra, o que representa 77,77%. Já o processamento de açúcar que é de 20 mil sacos de 50 quilos por dia subirá para 30.240 sacos por dia, 51,2% a mais, totalizando 6.048.000 sacos por safra, o equivalente a 302 mil toneladas.

A planta deve ampliar também sua cogeração de bioeletricidade, que deve subir da capacidade instalada de 40 MW para 120 MW, sendo 38 MW para o consumo da própria unidade e 82 MW para a exportação para o Operador Nacional do Sistema (ONS).

Conforme o Rima, para atender essa demanda, a área cultivada com cana deverá ser ampliada de 60 mil hectares para 70 mil hectares. O crescimento na área agrícola e industrial vai gerar aproximadamente 700 empregos diretos e 600 indiretos. O prazo previsto para a implementação da ampliação previsto no relatório é de dois anos.