Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 24/03/2014

MS é o quarto do País em capacidade de estocagem e de produção de etanol

Dados da primeira edição do boletim do etanol, publicado pela ANP.

Anderson Viegas

Mato Grosso do Sul é o quarto estado do País em tancagem para o armazenamento de etanol e em capacidade instalada de produção do biocombustível, seja do tipo anidro, que é misturado a gasolina, seja do hidratado, que é utilizado pelos veículos flex e os 100% dedicados. Os dados são da primeira edição do boletim do etanol, publicado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Conforme a ANP, o Estado possui um total de 105 tanques de etanol que juntos têm capacidade para armazenar até 1,283 bilhão de litros. Esse volume representou no ciclo 2013/2014, o equivalente a 57,53%, dos 2,230 bilhões de litros do biocombustível processado pelo parque sucroenergético sul-mato-grossense. Apenas São Paulo, com 9,158 bilhões de litros, Goiás, com 1,742 bilhão de litros e Minas Gerais, com 1,471 bilhão de litros, tem infraestrutura para estocar uma maior quantidade do combustível.

Em relação a produção, o boletim da ANP, aponta que Mato Grosso do Sul é o quarto maior produtor brasileiro de etanol anidro e também de hidratado. Do anidro, a fatia de mercado do Estado é de 6,5% de toda a produção brasileira, contra 10,6% de Minas Gerais, 9,6% de Goiás e 48,2% de São Paulo. Já do hidratado a participação sul-mato-grossense no processamento brasileiro é ainda maior, 8,6% do total. A sua frente estão somente Minas Gerais, 9%, Goiás, 13,7%, e São Paulo, com 47,2%.

O levantamento aponta ainda que Mato Grosso do Sul tem a quarta maior capacidade instalada de produção de etanol do país, com um volume de 24.354 metros cúbicos diários. Desse total, 6.800 metros cúbicos seriam de anidro (27,92%) e 17.554 de hidratado (72,07%).