Canais de Notícia

Agrícola & Iindustrial

Publicada em 07/01/2014

Plantio do algodão deve ser concluído nos próximos dias em MS

O clima está favorável para o plantio e desenvolvimento da cultura.

Ampasul

O plantio da primeira safra de algodão deve ser concluído nos próximos dias em Mato Grosso do Sul. É o que aponta boletim divulgado no dia 2 de janeiro pela Associação dos Produtores da cultura no Estado (Ampasul).

Conforme dados apurados pelos técnicos da entidade entre os dias 23 e 30 de dezembro, as regiões Central, Norte e Nordeste de Mato Grosso do Sul, principais produtoras de algodão do Estado entraram na reta final de semeadura, nesta primeira semana de janeiro de 2014.

O clima está favorável para o plantio e desenvolvimento da cultura. Na Região Central (São Gabriel do Oeste e Bandeirantes), porem, já estava encerrado a semeadura do algodão safra, quando ocorreu uma chuva de granizo que afetou uma área de algodão já na fase V1. O produtor afetado estava realizando, na última semana do ano, o replantio em uma área de 130 ha. que fora atingida no dia 22 de dezembro.

Naquelas lavouras mais adiantadas tiveram início as pulverizações de defensivos para controle de algumas pragas, como o pulgão, mosca branca, da broca-da-raiz, lagarta Spodoptera spp. (principalmente S. frugiperda). Esta última já com pulverização de todo o estande, enquanto que para as demais apenas bordaduras.

O monitoramento da presença de mariposas, através de armadilhas luminosas continua. A infestação é considerada baixa, porém uma amostra chamou a atenção, na região de Costa Rica e Alcinópolis. Nas armadilhas luminosas índices de (MNH) variaram de 5 à 26 mariposas de helicoverpa spp capturadas por noite, porém uma das fazenda da região capturou um total de 254 mariposas da praga em apenas uma noite. Este caso excepcional está sendo analisado pelos engenheiros do programa.

O relatório informa ainda que em todas as regiões produtoras estão sendo semeados canteiros experimentais com materiais de última tecnologia, transgênicos e convencionais.