Canais de Notícia

Economia

Publicada em 17/08/2018

Produtores de MS já venderam 40% da safrinha

Colheita chega a 66,3% dos 1,7 milhões de hectares cultivados.

Da Redação

A comercialização do milho safrinha de Mato Grosso do Sul está avançando junto com a colheita. Dados da Granos Corretora indicam que até o início da semana, 40% da produção estimada em 6,9 milhões de toneladas já havia sido comercializado, enquanto a colheita chega a 66,3% dos 1,7 milhões de hectares cultivados.

Os dados do Sistema de Informações Gráficas do Agronegócio (Siga MS), divulgados pela Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS), mostram que nos últimos dez dias foram colhidos mais de 215 hectares cultivados com o grão, mas o percentual continua atrasado em relação a safra passada, quando na mesma época de 2018 estava 12,9% a frente do status atual.

A região Norte do Estado é a mais avançada em relação a colheita, com média de 94% da área colhida. O centro do Estado está um pouco atrás, com 64,8% da área colhida. Já a região Sul do Estado colheu até agora apenas 56,8%.

Informações do Sistema Famasul mostram que a saca no milho está sendo comercializado a R$ 30,25 em Mato Grosso do Sul, o que representa alta de 85,4% em relação a agosto do ano passado. Apesar do avanço da colheita os preços se mantém em alta, reflexo da incerteza em relação a produtividade e a valorização no mercado internacional.

A Aprosoja/MS estima que a produção total do Estado some 6,9 milhões de hectares, com redução de 29,31% em relação à safra passada. A produtividade média deve permanecer em 68 sacas por hectare, com 1,7 milhões de hectares plantados.