Canais de Notícia

Economia

Publicada em 13/05/2015

Encontro apresenta estratégias de competitividade no mercado lácteo

Evento será promovido no dia 2 de junho, em Campo Grande.

Da Famasul

Diferente da produção agrícola, que tem a possibilidade de armazenar os grãos e aguardar o melhor momento para comercialização, o leite apresenta propriedades particulares, como a perecíbilidade e, portanto, pouco poder de negociação. Mas como se tornar competitivo no mercado lácteo diante destas características? O assunto será discutido no 18º Encontro Técnico do Leite, marcado para o dia 02 de junho, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande.

Devido o aumento da demanda interna, com o maior consumo de leite e produtos lácteos per capita, a produção brasileira respondeu com um crescimento considerável na última década. Em âmbito regional, o volume de produção de leite subiu 150% em dez anos (de 1990 a 2000) na região Centro Oeste, segundo dados da Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul.

Para o agrônomo e pesquisador, Fabio Chaddad, um dos principais desafios de qualquer produção é criar valor e assim garantir espaço no mercado. “O produtor precisa ter o foco no ganho de produtividade, elevando a qualidade do leite, e na redução nos custos de produção. Caso não trace metas, não será possível gerar resultados com a atividade leiteira”, ressalta.

Mato Grosso do Sul é o 13º maior produtor de leite do País e conta atualmente com 24 mil produtores rurais no segmento lácteo. Por ano, produz em média 500 milhões de litros. Para que a atividade seja viável economicamente, a produção mínima em cada propriedade deve atingir 300 litros ao dia e o mais desafiador, com qualidade.

No encontro, Fábio Chaddad, ministrará a palestra ‘Estratégias competitivas para produtores de leite’, apresentando alternativas para aumentar produtividade e acrescentar valor ao leite e seus derivados. “Em face dos desafios do setor leiteiro no País, manter o foco e fazer parte de cooperativas também é um caminho. “Quando o pequeno e médio produtor de leite trabalha junto a outros produtores que possuem o mesmo objetivo, as possibilidades de comercialização e os lucros aumentam”, explica.

Sobre o evento

Em sua 18ª edição, o Encontro Técnico do Leite se consolida como o principal evento deste segmento em Mato Grosso do Sul. Com palestras que abordam temas que vão desde o bem-estar animal à produtividade, o evento promovido pela Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS e pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Sepaf - Secretaria de Produção e Agricultura Familiar, com patrocínio do Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa, será realizado no dia 02 de junho, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, a partir das 08h.