Canais de Notícia

Economia

Publicada em 07/04/2015

Unida se reúne com homem forte do Ministério da Fazenda nesta terça

Produtores reivindicarão a assinatura do decreto para regulamentar as leis.

Da Unida

Produtores de cana e de etanol reivindicarão a assinatura do decreto para regulamentar as leis 12.999 e 13.000, a fim da União começar a pagar as subvenções econômicas, sancionadas desde meados de 2014.

O segundo homem mais poderoso na linha sucessória do Ministério da Fazenda, Tarcísio Godói, que é secretário executivo da Pasta, abaixo só do ministro Joaquim Leve, recebe nesta terça-feira (7), às 18h, dirigentes da União Nordestina dos Produtores de Cana (Unida) e dos Sindicatos da Indústria do Álcool e Açúcar dos Estados de Pernambuco e Alagoas. As entidades do setor sucroenergético reivindicarão a urgente necessidade da assinatura do decreto para regulamentar as leis 12.999 e 13.000, a fim do Governo Federal começar a pagar as subvenções da cana e do etanol.

O encontro com Godói foi articulado pelo senador Humberto Costa (PT-PE). Participam o presidente da Unida, Alexandre Andrade Lima e o diretor Lourenço Lopes, que preside a Associação dos Plantadores de Cana de AL. E ainda os presidentes do Sindaçúcar PE e Alagoas, Renato Cunha e Pedro Robério, respectivamente. A lei 12.999/14 autoriza o pagamento de subvenção na ordem de R$ 187 milhões para 30 mil fornecedores de cana. Já a lei 13.000/14 corresponde à subvenção na ordem de R$ 435 mi para cerca de 60 usinas. Ambos os benefícios são voltados para todos os estados nordestinos e mais o Rio de Janeiro.