Canais de Notícia

Economia

Publicada em 30/03/2015

Endividamento aumenta, mas indicadores de inadimplência estão menores

Neste mês 62,3% das famílias entrevistadas afirmaram que têm dívidas.

Da Fecomércio/MS

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência das Famílias (PEIC), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), aponta que entre as famílias campo-grandenses as que têm compromissos financeiros parcelados está maior neste mês de março.

De acordo com a pesquisa, neste mês 62,3% das famílias entrevistadas afirmaram que têm dívidas como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros.

“Por outro lado os indicadores de inadimplência diminuíram, o que é uma boa sinalização. O endividamento não é por si um dado negativo, porque significa que as pessoas estão comprando de forma parcelada. O importante é que estes compromissos sejam saldados”, explica o presidente da Fecomércio MS, Edison Araújo.

Conforme a PEIC, em março, das famílias endividadas, 29,3% informaram que tinham contas em atraso, contra 30,5% em fevereiro. Já o índice das que falavam que não teriam condições de pagar as contas, caiu de 11,8% a 8,7%.