Canais de Notícia

Economia

Publicada em 06/01/2015

Queda em receita e volume não tira açúcar do top 5 das exportações de MS e do País

No ranking nacional, produto é o quarto e na lista estadual o quinto.

Anderson Viegas

Mesmo amargando em 2014 uma queda no volume e na receita com as exportações em relação a 2013, tanto em Mato Grosso do Sul, quanto no Brasil, o açúcar se manteve na lista dos cinco principais produtos vendidos para o mercado internacional.

Em âmbito nacional, conforme dados do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior via internet (Aliceweb), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), foi registrada uma redução de 10,48% na quantidade comercializada, que caiu de 21,506 milhões de toneladas em 2013, para 19,254 milhões de toneladas em 2014.

Já em receita, o decréscimo das exportações brasileiras do alimento foi ainda maior na comparação dos dois anos, 18,68%, com o faturamento caindo de US$ 9,155 bilhões para US$ 7,446 bilhões. Mesmo com a queda, o produto se manteve em 2014 na quarta colocação no ranking de receita das vendas externas do país, representando 3,30% do total comercializado pelo Brasil no ano, que chegou a US$ 225,100 bilhões.

Em Mato Grosso do Sul, o produto fechou o ano passado na quinta posição da lista de faturamento dos principais produtos exportados pelo estado. O setor sucroenergético sul-mato-grossense exportou 925,727 mil toneladas em 2014, 21,96% a menos, que as 1,186 milhão de toneladas de 2013, e obteve como receita US$ 350,142 milhões, 29,47% abaixo, dos US$ 496,401 milhões do ano anterior.

As vendas de açúcar, conforme o Aliceweb, terminaram o ano representando 6,67% de todo o resultado financeiro que o Estado obteve com as vendas internacionais, que totalizaram US$ 5,245 bilhões.