Canais de Notícia

Economia

Publicada em 18/11/2014

China retira oficialmente embargo à carne bovina do Brasil

Decisão será acompanhada da aceleração dos processos para a liberação de plantas.

Do Mapa

O Governo Chinês retirou oficialmente o embargo à carne bovina brasileira. O acerto foi concluído neste sábado (15) entre o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, e o ministro da Agência de Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena da China (AQSIQ), Zhi Shuping, selando anúncio feito em julho deste ano pelo presidente da República Popular da China, Xi Jinping, à presidente Dilma Rousseff, no Brasil.

A liberação ocorreu após dois dias de reuniões entre o corpo técnico das duas nações, quando foram finalizados os ajustes ainda pendentes para a retomada dos embarques do produto para o país asiático.

“A reabertura deste enorme mercado é mais uma vitória alcançada a partir da qualidade e da segurança do sistema de defesa sanitária animal e vegetal do Brasil. Somos um dos maiores produtores e exportadores de carne bovina do mundo, certificado pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) com o status de risco insignificante para a Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB). A decisão do governo da China é o reconhecimento ao nosso rigoroso processo de produção e de fiscalização”, declara Geller.

Para o ministro, a recuperação deste mercado é resultado também da agilidade do governo brasileiro no repasse de todas as informações e garantias solicitadas pelas autoridades chinesas. “Neste sentido, foi importante a presença da equipe técnica durante as negociações realizadas ao longo dessa semana, especialmente por ter eliminado de imediato qualquer questionamento que pudesse retardar ainda mais o processo”.

Zhi Shuping também assegurou que a retirada do embargo será acompanhada da aceleração dos processos para a liberação de plantas brasileiras de carne bovina.

Em 2009, quando o Brasil iniciou as exportações, a China importava US$ 44 milhões em carne bovina do mundo. Deste total, o Brasil respondeu por US$ 2,5 milhões. Em 2012, a China importou de todo o mundo US$ 255 milhões, sendo US$ 37,768 milhões do Brasil. Em 2013, a China importou US$ 1,3 bilhão em carne bovina.

Na companhia do secretário de Relações Internacionais do Mapa, Marcelo Junqueira, Neri Geller encerra neste domingo missão de uma semana pela Arábia Saudita e pela China e traz como resultado da viagem a retirada dos embargos à carne bovina brasileira imposto pelos dois países, em razão do caso atípico de EEB registrado no Paraná, em 2012. As negociações com o governo chinês resultaram também na liberação daquele mercado para a exportação de tabaco dos estados de Santa Catarina e do Paraná e de alimentos destinados a animais de estimação (pet food).