Canais de Notícia

Economia

Publicada em 11/11/2014

USDA pressiona e cotações da soja em Chicago caem

Confirmação de safra americana maior foi principal fator baixista.

Da Agrinvestor Intelligence

Os preços da soja no mercado futuro da Bolsa de Chicago iniciaram a semana em queda, com fechamento do pregão da segunda-feira mostrando perda de dois dígitos, em até 12 pontos e perto das mínimas do dia.

O mercado chegou a iniciar o dia em alta, sustentado pela boa demanda pela soja americana. A reversão veio por conta do novo relatório mensal do USDA. A nova estimativa oficial para a safra dos EUA, de 107,7 milhões de toneladas, veio abaixo da expectativa do mercado, mas quase 1 milhão de toneladas acima do previsto um mês antes e de qualquer forma uma produção recorde, cerca de 16 milhões de toneladas superior à do ciclo anterior, o que acabou pressionando os preços no final do dia. O dado positivo é que o USDA também elevou suas previsões de demanda, tanto de exportações quanto do consumo interno nos EUA, o que manteve inalterada a projeção de estoques finais.

No Brasil, o mercado de câmbio encerrou as negociações do dia em baixa de 0,5%, com o dólar comercial cotado a R$ 2,55.