Canais de Notícia

Economia

Publicada em 04/11/2014

Soja iniciou a semana com cotações em baixa em Chicago

Melhora do clima nos EUA e no Brasil foi fator de pressão.

Da Agrinvestor Intelligence

O mercado futuro de soja na Bolsa de Chicago iniciou a semana com forte recuo, perdendo até 19 pontos no encerramento do pregão da segunda-feira.

A melhora das condições climáticas nos dois principais países produtores foi um dos fatores principais de pressão sobre os preços. Nos EUA, o tempo mais seco vem favorecendo um avanço mais rápido da colheita. No Brasil, a volta das chuvas permitiu uma aceleração do plantio que estava atrasado. Além disso, houve um recuo do mercado de farelo, cuja demanda vinha dando forte sustentação ao grão.

Após o pregão de Chicago, o USDA divulgou seu levantamento semanal sobre a situação da colheita americana, revelando que está praticamente normalizada: 83% colhidos, já dentro da média normal para a época.

No Brasil, o mercado de câmbio inciou a semana em alta de 0,9%, com o dólar comercial cotado a quase R$ 2,50 reais no fechamento das negociações.